Política-ABC, Santo André, Sua região

Pesquisa põe Bruno Daniel no páreo para Prefeitura de Santo André em 2020

Pesquisa põe Bruno Daniel no páreo para Prefeitura de Santo André em 2020
Irmão mais novo de Celso Daniel, assassinado em janeiro de 2002, seria o candidato com mais chances de impedir a reeleição de Paulo Serra. Fotos: Arquivo

Atualizada às 16h15.

A quatorze meses do primeiro turno da eleição municipal, o professor universitário Bruno Daniel (PSOL) surge como principal adversário do prefeito Paulo Serra (PSDB) na disputa pelo Executivo de Santo André. Se o pleito ocorresse hoje, o irmão mais novo de Celso Daniel, assassinado em janeiro de 2002, seria o candidato com mais chances de impedir a reeleição do tucano, que buscará o segundo mandato em 2020.

Pesquisa realizada pelo Instituto ABC Dados nos dias 6 e 7 deste mês e divulgada nesta terça-feira (16) mostra Serra na liderança das intenções de voto nos dois cenários estimulados (quando um cartão com o nome é entregue ao entrevistado) propostos, diferentes entre si apenas pelo candidato petista.

Em ambos, o tucano soma 28%, contra 17% de Bruno Daniel e 12% do vereador Eduardo Leite (PT), no primeiro cenário; e contra 19% do psolista e 11% do ex-prefeito Carlos Grana (PT), no segundo. O ex-secretário de Desenvolvimento Econômico Aílton Lima (PSD) e o superintendente do Serviço de Saneamento Ambiental de Santo André (Semasa), Almir Cicote (Avante), estão empatados com 4% no primeiro cenário e 5%, no segundo.

A pesquisa – com cotas de sexo, faixa etária e grau de instrução proporcionais ao universo de eleitores da cidade – ouviu 400 pessoas, com margem de erro de cinco pontos porcentuais para cima ou para baixo e nível de confiança de 95%.

Curiosamente, Bruno Daniel sequer aparece na pesquisa espontânea, quando não é dada ao entrevistado alternativa para resposta. Nessa abordagem, Serra lidera com 17,3%, contra 3,5% de Grana, 2,3% do ex-prefeito Aidan Ravin (Podemos), 1% de Leite e 0,8% de Celso Daniel.

O Instituto ABC Dados também fez três simulações de segundo turno. Com boa vantagem, Serra vence Lima por 45% a 22% e Leite por 45% a 24%, mas há empate técnico na disputa com Bruno Daniel – 37% para o tucano e 35% para o psolista.

Em setembro de 2015, o irmão de Celso Daniel apareceu no terceiro lugar em pesquisa de intenção de voto realizada pelo Paraná Pesquisas, mas não confirmou candidatura ao Paço no ano seguinte. “O fato mais forte (para o desempenho) é o parentesco com Celso, o nome do estádio. Além disso, as pessoas estão procurando o novo em meio à decepção com os políticos e, mais especificamente, com o PT”,  comentou o diretor comercial do instituto, Mauricio Mindrisz, ressaltando que o resultado não torna Bruno Daniel favorito para a eleição do próximo ano, mas o coloca “no páreo”. “Há 14 meses para o primeiro turno, tudo pode acontecer.”

A decepção com o PT aparece em outros resultados. Grana é o nome com a maior rejeição – 41% dos entrevistados não votariam no petista de jeito nenhum, contra 13% de Serra. Além disso, o PT é o partido mais rejeitado (35%), embora seja também o mais preferido (19%).

AVALIAÇÃO DO GOVERNO

Marcos Soares, sócio e analista do Instituto ABC Dados, destacou que as chances de reeleição de Serra dependem da avaliação de seu governo – a qual, disse, não é grande neste momento. Segundo o levantamento, 25% consideram a administração ótima ou boa, 44% a avaliam como regular e 27% a consideram ruim ou péssima. Em outro questionamento, 43% dos entrevistados disseram aprovar a gestão e 44% a reprovaram.

Há pouco menos de três meses, levantamento anterior também realizada pelo ABC Dados mostrava o governo Serra avaliado como ótimo ou bom por 35% dos entrevistados – dez pontos porcentuais a mais do que na pesquisa divulgada nesta terça-feira.

“Neste momento, a avaliação do governo é mais importante do que a intenção de voto, principalmente quando o prefeito é candidato à reeleição. Ocorre que a avaliação (da gestão Serra) não é boa, mas a tendência é melhorar no último ano, à medida que o prefeito mostrar suas realizações”, disse Soares.

O analista citou estudo feito pelo Ibope a partir da observação de várias eleições segundo o qual 85% das avaliações positivas (boa e ótima) e 35% das regulares tendem a se transformar em votos para o político candidato à reeleição. “Assim, neste momento, o potencial de votos de Serra é de 37%, o que indica grande possibilidade de segundo turno e grau médio de dificuldade para vencer as eleições”, afirmou.

O fato de Celso Daniel ter sido citado por 0,8% dos entrevistados na pesquisa espontânea de intenção de votos pode ser explicado pela avaliação positiva das três gestões do petista à frente do Paço andreense. Em uma pergunta que considerou os seis últimos prefeitos de Santo André – o petista e Newton Brandão (morto em 2010), João Avamileno (PT), Aidan, Grana e Serra –, Celso foi considerado o melhor por 73% dos entrevistados.

“Chama a atenção o fato de Celso Daniel ser considerado o melhor prefeito por 62% dos entrevistados na faixa etária de 16 a 24 anos. Parte dessas pessoas sequer era viva naquele período”, destacou Soares.

O Instituto ABC Dados pretende fazer ao menos uma pesquisa de intenção de votos nos demais municípios da região até o final deste ano.

REPERCUSSÃO

Procurado para comentar o assunto, Paulo Serra enviou a seguinte nota:

“A gestão segue muito bem, recuperando a cidade, que foi devastada pela falta de planejamento das administrações anteriores, que deixaram problemas históricos e dívidas abusivas, os quais impediram Santo André de progredir. Poderíamos questionar, inclusive, as fontes da pesquisa citada, mas prefiro não entrar neste mérito, porque minha única preocupação neste momento é com o município, com o trabalho que estamos desenvolvendo, com os projetos que estamos tirando do papel, com as dívidas históricas sendo negociadas, com o retorno dos investimentos, que já ultrapassam R$ 500 milhões em obras de infraestrutura. Compromisso que assumi com seriedade e que foi revertido em 14 equipamentos de Saúde entregues modernizados pelo programa Qualisaúde, em dez novas creches que estão sendo construídas e vão zerar, até 2020, o déficit de vagas no município, além de tantas outras melhorias que garantem qualidade de vida e dignidade à nossa gente. Portanto, quem está preocupado com as eleições e com o processo eleitoral não é o governo, mas sim a oposição, que muito pouco contribui para o desenvolvimento da cidade e, portanto, agarra-se à politicagem ao invés de se dedicar ao desenvolvimento de políticas públicas efetivas. Por isso, sigo comprometido com o trabalho de governar a cidade com planejamento, responsabilidade e transparência, garantindo resultados para Santo André jamais vistos nos últimos 20 anos. Vamos continuar mantendo este ritmo de trabalho, para garantir cada vez mais avanços para nossa cidade e nossa gente”.

Ex-vereador e integrante do diretório do PSOL de Santo André, Ricardo Alvarez recebeu com “alegria, mas com sentimento de grande res­ponsabilidade” os dados de pesquisa de intenção de votos realizada pelo Ins­tituto ABC Dados.

“A pesquisa deixou a gente do PSOL muito alegre, mas ao mesmo tempo com uma carga grande de responsabilidade, porque mostra que o Bruno é um nome importan­te na cidade. Evidentemente, trata-se apenas de uma fotografia de momento, mas os resultados mostram que ele tem reais condições de enfrentar o prefeito nas eleições do pró­ximo ano”, disse Alvarez.

“O Bruno já havia afirmado que, desta vez, (a can­didatura) será para valer, e a pesquisa mostrou que é viá­vel”, prosseguiu o psolista, que atual­­­mente assessora o deputa­do federal Ivan Valente (SP).
Ao ser questionado sobre os motivos para os bons resultados de Bruno Daniel na pesquisa, o psolista afirmou que a atual administração não tem dado respostas às principais reivindicações da população. “Além disso, o Bruno será a novidade para uma população que, nas últimas eleições, não tem reeleito seus prefeitos. Outro aspecto é que Bruno é muito qualificado, morou na Europa e vem de uma família que tem participado ativamente da vida política de Santo André”, disse Alvarez, ao destacar o parentesco de Bruno com Celso Daniel, prefeito assassinado em 2002.

Em setembro de 2015, o irmão de Celso Daniel apareceu no terceiro lugar em pesquisa de intenção de voto realizada pelo Paraná Pesquisas, mas não disputou ao Paço no ano seguinte. Desta vez, porém, Alvarez entende que a candidatura do correligio­nário é “irreversível”. “Eviden­temente, o PSOL ainda não homologou e não quero passar por cima das instâncias partidárias, mas te­nho certeza de que será aprovada. O mais importante é que Bruno quer disputar a Prefeitura de Santo André. Aliás, a candidatura dele virá com oito anos de atra­so”, avaliou Alvarez.

 

 

11 Comentários

  1. paulo serra e acabou

  2. Vou votar no Bruno Daniel, acho que pode ser uma mudança pra melhor. Não posso aceitar quem faz coligação com o PSL.

  3. Paulinho Serra entregou a SEMASA de graça, acabou com a secretária da mulher, vai sair agora o escândalo das fraldas geriátricas, paga de bom moço, mas não melhorou em nada os atendimentos, pintou parede dos hospitais.. Sou muito mais o Bruno Daniel!

  4. Nenhum prefeito que teve em Santo André foi tão bom quanto Celso Daniel. Estes anos posteriores a saúde ficou extremamente precarizada, ano passado fui no hospital e levei 4 horas pra ser atendido, acho engraçado que esse prefeito atual reformou e pintou os hospitais mas não se importou em colocar funcionários pra diminuir a espera, talvez seja pq em reforma seja muito mais fácil desviar verba pública.

  5. Inês Sanches da silva

    Preciso de alguém q me ajude a prefeitura de santo André me pediu o documento avcb PR tirar abite-se do meu sobrado.. não existe isso esse certificado é PR comércio edifício ninguém aqui onde moro todos moram em sobrados não tem esse certificado extintor de incêndio em casa vistoria de bombeiros pagar cada 4ou5 anos um absurdo PR renovar preciso de ajuda

  6. Márcio Ribeiro de Abreu

    Não tem nem o que discutir Paulo Serra será reeleito

  7. Visualizando e comparando as gestões anteriores não tenho dúvidas que o prefeito de santo andré continuará exercendo o cargo, será reeleito para os proximos 4 anos.

  8. Já tem meu voto!

  9. Maria A. Bortolotto

    Sabe quando votarei no PT ou PSol??? Nunca !!!!

  10. Pelo amor de Deus pt e psol nunca mais , vão pro inferno

  11. Esse prefeito Paulinho Serra comeu no prato do PT, por 3 anos como secretário municipal de mobilidade urbana. E agora vem com essa de estar colocando a casa em ordem? Só se for no seu apartamento em um luxuoso bairro de Santo André. Fora Paulinho Serra.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*