Editorias, Notícias, Política

Pesquisa mostra João Doria à frente nas intenções votos a governador

João Doria seria eleito governador se as eleições ocorressem hoje
Em pesquisa estimulada, João Doria aparece com 30,1% da intenção de votos. Foto: Arquivo

Levantamento realizado pelo instituto Paraná Pesquisas traz o prefeito da Capital, João Doria (PSDB), à frente em eventual disputa ao governo de São Paulo.

Em um dos cenários estimulados, sob a pergunta “Se as eleições para Governador do Estado de São Paulo fossem hoje e os candidatos fossem esses, em quem o sr. (a) votaria?”, Doria conta com 30,1% da preferência. Celso Russomano (PRB), deputado federal, aparece em segundo, com 29,1%, seguido de Paulo Skaf (MDB), presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), com 12,9%.

O ex-prefeito de São Bernardo Luiz Marinho (PT) conta com 3,6% de preferência dos entrevistados; o vice-governador Márcio França (PSB), com 2,5%; o secretário estadual da Habitação, Rodrigo Garcia (DEM), 1,9%, e o deputado estadual pelo PSOL Carlos Giannazi, 1,7%. Não sabe teve 4,5% e nenhum, 13,7%.

No cenário em que Russomano não consta, Doria aparece com 39,8% de preferência, seguido de Skaf, com 19,1% e Marinho, com 5,5%. Garcia aparece à frente de França, com 4,9% e 3,5%, respectivamente; Giannazi so­be para 2,1%. Não sabe e nenhum somam 5,5% e 19,6%, respectivamente.

Em cenário em que João Doria e Celso Russomano não estão incluídos, o número de entrevistados que afirmam não votar em nenhum dos nomes apresentados sobe para 34,6%, enquanto Skaf contaria com 30,6%, seguido de Marinho (7,3%), Rodrigo Garcia (7,2%), Márcio França (5,3%) e Carlos Giannazi (2,9). Os que não sabem somariam 8%. Nesse cenário foi incluído o nome do tucano Luiz Felipe d’Avila, que aparece em penúltimo, com 4,1% de preferência.

Quando apresentados even­tuais candidatos do PSDB e questionado sobre “qual candidato teria mais chances de ganhar o voto para Governador de São Paulo”, João Doria é preferência de 55,5% dos entrevistados. Em segundo vem José Anibal, com 7,2% e D’Avila, 7,1%. Nenhum aparece com 25,3% e não sabe, 4,9%.

Senado

Neste ano, São Paulo elegerá dois senadores. Se a eleição fosse hoje, em cenário estimulado, o apresentador José Luiz Datena (PRP) contaria com 42,4% de preferência, seguido de Eduardo Suplicy (PT), com 33,3%; Marta Suplicy (MDB, 16,4%), Fernando Haddad (PT, 15,3%); Marco Feliciano (PSC, 13,6%), Aloysio Nunes (PSDB, 9,6%) e José Anibal (5,2%). Não sabe totalizaria 6,6% e nenhum, 13,7%. Em cenário sem o apresentador, Suplicy teria 36,6%.

O Paraná Pesquisas também questionou os entrevistados sobre o governo Geraldo Alckmin (PSDB). Avaliações ótima e boa somaram 31,2%; regular, 41,1%; ruim e péssima totalizaram 26,5%, e não sabe/não opinou, 1,2%.

A pesquisa ouviu 2 mil eleitores em 84 municípios entre os dias 20 e 25 de fevereiro e tem margem de erro de dois pontos porcentuais para cima ou para baixo, com nível de confiança de 95%. A pesquisa está registrada no Tribunal Superior Eleitoral sob nº SP-04361/2018. O Paraná Pesquisas encontra-se registrado no Conselho Regional de Estatística da 1ª, 2ª, 3ª, 4ª, 5ª, 6ª e 7ª Regiões sob nº 3122/17.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*