Brasileirão, Esportes

Perda do Estadual e tropeços começam a minar prestígio de Roger Machado no Palmeiras

Perda do Estadual e tropeços começam a minar prestígio de Roger Machado no Palmeiras
Roger Machado vê os tropeços com naturalidade. Foto: Cesar Greco/Agência Palmeiras

Se, no ano passado, Eduardo Baptista caiu em descrédito após ser eliminado na semifinal do Paulista pela Ponte Preta, nesta temporada, a perda do Estadual está minando o prestígio de Roger Machado.

O que pesou ainda mais na avaliação do trabalho do atual comandante foi a derrota para o arquirrival Corinthians, no Allianz Parque, com o Palmeiras precisando do empate.

Após o tropeço, a situação de Machado degringolou, segundo conselheiros ouvidos pelo Agora e que citam também o empate, em casa, contra o Boca Juniors, na semana passada, após sofrer tento nos acréscimos da etapa final.

Por fim, diante do Botafogo, na estreia no Brasileiro, no Rio, a equipe apresentou péssimo futebol na primeira etapa, melhor na segunda e, abriu o placar, mas novamente, com falha dos marcadores, deixou escapar os três pontos.

Questionado após a partida sobre a sequência negativa, o técnico alviverde contemporizou e disse que é muito cedo para iniciar caça às bruxas.

“Foi a primeira rodada. Fico preocupado com o rendimento abaixo do normal no primeiro tempo, mas temos de entender as dificuldades. Os três jogos sem vencer são de três competições diferentes, e somos líderes da Libertadores. O Brasileiro está começando, as circunstâncias do empate é que nos deixam frustrados”, avaliou o Roger.

Lucas Lima

Contratado no início do ano como reforço de peso, Lucas Lima vem tendo rendimento abaixo do esperado, tanto que foi substituído nas duas últimas partidas.

Contra o Botafogo, Guerra substituiu Lucas Lima, deu novo ânimo ao ataque e fez o gol alviverde. “Ter grupo com qualidade é isso. Se algum atleta não está em bom nível, usamos outro”, afirmou Roger.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*