Política-ABC, Santo André, Sua região

Paulo Serra pede R$ 79 milhões ao governo estadual para Av. dos Estados

Moreira recebeu levantamento sobre demandas das mãos de Serra. Foto: Ricardo Trida/PSAO prefeito de Santo André, Paulo Serra (PSDB), esteve ontem (22) no Palácio dos Bandeirantes, e entregou ao secretário-chefe da Casa Civil, Samuel Moreira, diagnóstico feito pelo Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André (Semasa), o qual aponta quais as obras necessárias para a recuperação da avenida dos Estados, que passa ainda por Mauá e São Caetano, além da Capital. Apenas para o trecho de Santo André as intervenções demandam investimento de R$ 79 milhões.

De acordo com Serra, o diagnóstico define que as intervenções devem ser feitas em três frentes: finalização da contenção das margens, estimada em R$ 20 milhões; recuperação de todas as pontes da avenida no trecho de Santo André (são nove pontes, das quais duas já estão em reformas, uma vez que desabaram após fortes chuvas ocorridas neste ano), orçada em cerca de R$ 40 milhões; e o recapeamento asfáltico e recuperação da sinalização vertical e de solo, ao custo de R$ 19 milhões, totalizando os R$ 79 milhões pedidos.

A prefeitura realizou levantamento preventivo das pontes e demais trechos da via e verificou que existem problemas estruturais e hidráulicos em toda a extensão. Cinco pontes apresentam estado crítico, de acordo com o estudo apresentado, localizadas na avenida da Paz; rotatória Santa Terezinha – Praça Samuel de Castro Neves; rotatória Antônio Cardoso – rua Augusto Ruschi; rua dos Alpes (sob viaduto Adib Chammas), e rua Guaxinduva, no bairro Jaçatuba.

Ainda de acordo com o prefeito, as administrações de Mauá e São Caetano devem entregar, ainda esta semana, documentos semelhantes solicitando recursos para melhorias de seus trechos. “É um valor bem alto. Vamos buscar essa parceria com o governo, financiamento também junto ao governo do Estado. Hoje (ontem) foi o início dessa grande batalha que vamos ter, no bom sentido, de fazer as obras de caráter emergencial”, afirmou.

Pedido

O prefeito lembrou que os investimentos estão sendo pedidos junto ao Estado porque é obrigação do Departamento de Águas e Energia Elétrica (DAEE), autarquia estadual, a recuperação das margens e, por isso, descartou tentar obter o recurso junto ao governo federal. “É responsabilidade do DAEE e vamos esgotar todas as possibilidades com o governo do Estado”, frisou.

“Dentro das nossas limitações orçamentárias temos tentado fazer a nossa parte. Porém, temos total clareza que sem esse apoio não vamos conseguir fazer o que a avenida precisa, o que merece, uma avenida tão importante do ponto de vista logístico”, destacou. A previsão é que em uma semana haja um retorno sobre a solicitação.

Os prefeitos de São Caetano, José Aurichio Junior (PSDB), e de Mauá, Atila Jacomussi (PSB), não foram localizados para comentar os pleitos de suas cidades.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*