Política-ABC, Santo André, Sua região

Paulo Serra formaliza criação de Comitê Integrado de Segurança

Serra: “com diálogo conseguiremos diminuir as demandas que são recorrentes na cidade”. Foto: DivulgaçãoO prefeito de Santo André, Paulo Serra (PSDB), se reuniu ontem (24) com lideranças das polícias Militar, Civil e da Guarda Civil Municipal (GCM) para formalizar a criação de um Comitê Integrado de Segurança (CIS), que se reunirá quinzenalmente com membros das polícias para avaliar as estatísticas criminais de cada região da cidade.

A força-tarefa fará mapeamento da criminalidade no município, possibilitando melhor estratégia de patrulhamento por rondas nas regiões com maior registro de queixas. Além disso, outros aspectos que colaboram com a segurança dos bairros serão revistos em conjunto, como a iluminação pública e serviços de manutenção.

O prefeito pontuou, durante a reunião, o problema enfrentado pela população com a questão do som alto, principalmente na rua das Figueiras e Praça Kennedy, e os pancadões realizados na região no Jardim Santo André. “Com essa força-tarefa e mantendo este diálogo entre as policiais, departamentos e autarquias do município conseguiremos diminuir estas demandas que são recorrentes na cidade”, destacou.

Além disso, já está programada para acontecer em Santo André a Operação Força Total, realizada pela Policia Militar com o apoio da GCM e Departamento de Engenharia de Tráfego (DET), atuando de maneira ostensiva reprimindo roubos, assaltos e outros delitos. Serra apontou ainda que terá atenção especial também para os moradores da Vila Luzita. “Estamos discutindo a instalação de uma delegacia na região da Vila Luzita com funcionamento 24 horas”, afirmou.

O secretário de Segurança Urbana e Comunitária, Edson Sardano, frisou que o município resgata neste momento sua função dentro da segurança pública. “Com a disposição do prefeito em negociar diretamente com as forças policiais, entendendo a realidade de cada instituição, a prefeitura retoma o uso de suas atribuições para atuação conjunta na repressão e prevenção do potencial criminoso”, destacou Sardano.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*