Esportes, Futebol, Paulistão

Paulista agora é prioridade para o Corinthians

Após anos em um ciclo vitorioso que envolveu conquistas ambiciosas como a Libertadores, o Mundial e o Brasileiro, o Corinthians vive momento crítico na política e nas finanças. Montou elenco com poucas contratações badaladas e, por isso, enxerga o Campeonato Paulista como prioridade na temporada depois de muito tempo. Hoje (4), às 17h, o time estreia na competição contra o São Bento, em Sorocaba.

Carille orienta o atacante Jô durante o treino: time recebeu reforços pouco badalados.Foto: Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians

No mercado de transferências, o clube tenta um lance de destaque com a contratação do meia Jadson, que rescindiu contrato com o Tianjin Quanjian, da China.

Até o momento, o Corinthians acumula reforços modestos: os atacantes Jô, Luidy e Kazim; os volantes Paulo Roberto, Fellipe Bastos e Gabriel; e o zagueiro Pablo.

Além disso, o fracasso da negociação com o atacante marfinense Didier Drogba, os tropeços nas tratativas e uma desastrada carta pública sobre as conversas viraram motivo de chacota.

Antes, o clube sondou técnicos como Guto Ferreira e Jair Ventura e recebeu respostas negativas. Só então decidiu efetivar o antigo auxiliar Fábio Carille, que já havia sido preterido no passado em favor da contratação de Oswaldo de Oliveira.

As crises financeira e política do Corinthians explicam a dificuldade em montar um elenco competitivo para a temporada de 2017.

Com as rendas de bilheteria destinadas para o fundo criado para pagar a dívida pela construção do estádio em Itaquera, faltou dinheiro para a contratação de jogadores de qualidade inconteste.

Além disso, o presidente Roberto de Andrade, é alvo de processo de impeachment.

Envolto nessas tensões, o técnico Carille recusa com veemência qualquer pecha de time “azarão” no Estadual.

“(Somos) Favoritos. O Corinthians vai entrar forte, determinado, muito bem definido sobre o que fazer em campo. A pré-temporada nos dá esperança. As dificuldades vão acontecer, mas temos de ter sabedoria”, disse o treinador corintiano.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*