Últimas Notícias

Patrulha Maria da Penha prende homem que agrediu esposa no Jardim Santo André

A Guarda Civil Municipal (GCM) de Santo André, por meio da Patrulha Maria da Penha, foi acionada na manhã desta terça-feira (18) por funcionários da UPA Jardim Santo André que atenderam uma mulher com lesões por todo o corpo.

As viaturas foram até a Unidade de Pronto Atendimento e ao conversarem com a vítima de violência doméstica, a mesma informou que o agressor estava no local. A partir daí os GCMs localizaram e deram voz de prisão ao homem, que foi conduzido ao 6º Distrito Policial de Santo André.

A vítima, após atendimento médico, foi escoltada pela equipe da Patrulha Maria da Penha para prestar depoimento. A Patrulha Maria da Penha foi criada em 2020, quando o município firmou convênio com o Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo para que a GCM exerça seu papel de proteção e fiscalização da integridade física de mulheres acometidas por crimes de violência doméstica, bem como do ciclo de atuação da Lei Maria da Penha.

Outra importante ferramenta para garantir a proteção e aumentar a sensação de segurança de mulheres que são vítimas de violência é o aplicativo ‘Ana’. O sistema, desenvolvido por um Guarda Civil Municipal da cidade de Paulínia, no interior paulista, é disponibilizado exclusivamente para as mulheres que possuem medidas protetivas vigentes e que são atendidas pelo programa Patrulha Maria da Penha.

Nas situações de risco à integridade física destas mulheres, a vítima aciona um botão desta ferramenta e um alarme soa na sede do COI (Centro de Operações Integradas) da Prefeitura e também na sede da GCM, dando agilidade no atendimento de ocorrências desta natureza.

Print Friendly, PDF & Email

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*