Editorias, Notícias, São Paulo

Participação do Estado em casos de coronavírus no Brasil caiu para 27%

Vinholi: “o governo do Estado deixa sempre muito claro que as tomadas de decisões são feitas em torno da saúde”. Foto: Governo do Estado de SP

O secretário de Desenvolvimento Regional (SDR), Marco Vinholi apresentou nesta quinta-feira (14), em coletiva de imprensa no Palácio dos Bandeirantes, dados que comprovam a efetividade do isolamento social no controle da propagação do novo vírus em território paulista.

Na coletiva também estiveram presentes, da pasta de Saúde, o secretário, José Henrique Germann, o Coordenador do controle de doenças, Paulo Menezes; o Presidente do Instituto Butantan e Coordenador do Centro de Contingência do Coronavírus no estado, Dimas Covas e o Diretor do Instituto Emilio Ribas, Luiz Carlos Pereira.

Já se passaram 51 dias desde que o governador João Doria decretou quarentena em todo o estado. A medida foi tomada com o objetivo de controlar a propagação do vírus. Somente serviços essenciais devem permanecer abertos, como saúde, alimentação, abastecimento, logística, serviços gerais, comunicação social, segurança, construção civil e indústrias.

Vale ressaltar ainda que o uso de máscara é obrigatório em espaços públicos, inclusive transporte por aplicativo.

“O governo do Estado deixa sempre muito claro que as tomadas de decisões são feitas em torno da saúde, a vigilância epidemiológica e o comitê de contingenciamento. Nossa maior responsabilidade é preservar a vida dos paulistas”, destacou Marco Vinholi.

Participação do Estado em casos de Coronavírus no Brasil

A participação de São Paulo era de 68% em 15 de março e caiu para 27% em 13 deste mês.

Casos confirmados de coronavírus

O Brasil possui cerca de 188.974 e São Paulo 51.097.

Participação de São Paulo nos óbitos por coronavírus

Caiu de 45% em 15 de abril para 31% em 13 deste mês.

Óbitos confirmados por coronavírus em São Paulo e no Brasil

O Brasil possui cerca de 13.149 e São Paulo 4.118.

Decreto Federal

João Doria anunciou que o Estado não vai seguir o Decreto Federal relativo à abertura de academias de ginástica.

Vinholi ressaltou que não é hora de ter flexibilização no Estado, uma vez que os casos de contaminação pelo vírus têm crescido entre os municípios do interior.

“Estamos dialogando, orientando e mostrando para os prefeitos o alto risco neste momento de flexibilização para que possamos seguir salvando vidas neste modelo de isolamento que se faz tão necessário como nós demonstramos. O Conselho Municipalista será fundamental neste momento”, afirmou o Secretário.

Conselho Municipalista

O Conselho Municipalista foi criado com o objetivo de pactuar decisões regionalizadas de flexibilização da quarentena e retomada da economia no Estado, seguindo determinação da ciência e saúde. Além do governador e de Marco Vinholi, que coordena as ações, o Conselho reúne também os prefeitos das cidades sedes de regiões administrativas de São Paulo. São elas: Araçatuba, Araraquara, Barretos; Bauru, Campinas, Franca; Itapeva, Marília, Presidente Prudente; Registro, Ribeirão Preto, Santos; São José do Rio Preto, São José dos Campos, Sorocaba; e São Paulo capital.

Print Friendly, PDF & Email

Deixe eu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*