Minha Cidade, Regional, São Bernardo do Campo, Sua região

Secretário de Meio Ambiente de São Bernardo testa positivo para coronavírus

Parente de servidor da Prefeitura de São Bernardo é diagnosticado com coronavírus
A prefeitura informou que, devido à proximidade com a pessoa infectada, o servidor foi afastado. Foto: Arquivo

O secretário de Meio Ambiente e Proteção Animal de São Bernardo, José Carlos Pagliuca, testou positivo para Covid-19, como é chamada a infecção provocada pelo novo coronavírus. Segundo a prefeitura,  Pagliuca está afastado de suas funções, com cuidados e medidas de isolamento necessários.

Os demais funcionários da pasta foram orientados pela Vigilância Epidemiológica e estão sendo monitorados.

Na quinta-feira (12), a prefeitura informou que o familiar de um funcionário da mesma secretaria foi infectado pelo Covid-19.

Assim como o secretário, a pessoa infectada é moradora da Capital, onde o caso foi notificado. A prefeitura informou que São Bernardo não teve nenhum caso confirmado até o momento.

A administração informou ainda que segue alinhada às diretrizes do Ministério da Saúde no que se refere ao Covid-19 e que instituiu o Comitê de Combate ao Coronavírus, com estratégias traçadas pelos integrantes da comissão para as fases de contenção e mitigação da doença.

Também reforçou o pedido de ampliação dos cuidados básicos de higiene pessoal e demais recomendações de prevenção da doença, considerando que o número de casos no país deve aumentar nos próximos dias.

UFABC

A Universidade Federal do ABC (UFABC) informou na manhã de quinta-feira (12) a seus funcionários e alunos que, na noite do dia anterior, tomou conhecimento de um caso suspeito de Covid-19 no campus de São Bernardo. Trata-se de um professor que já se encontra em isolamento domiciliar, conforme recomendação da vigilância epidemiológica. O paciente aguarda confirmação do diagnóstico.

No informe, ao qual o Diário Regional teve acesso, a diretoria informa que a equipe gestora da universidade reuniu-se na manhã desta quinta-feira  e constituiu comitê estratégico para lidar com o assunto, além de acionar as secretarias de Saúde de Santo André, São Bernardo e do Estado de São Paulo.

A reitoria também recomendou à comunidade acadêmica da UFABC manter “monitoramento permanente quanto a possíveis sintomas e reforce protocolos de prevenção e higienização”.

5 Comentários

  1. emersonmsantos@yahoo.com.br

    Concordo com a Neusa.

  2. O que está sendo feito em SBC em terminais rodoviários, Poupatempo, repartições públicas e transporte público em relação à higiene e demais medidas para evitar a contaminação das pessoas?

  3. Pessoal,
    Nossas visitas ao Centro de Triagem de Materiais Recicláveis estão suspensas.

  4. Corrigindo… pandemia!

  5. A China tinha que ter sido interditada(onde tudo começou ),como a Itália fez, assim não teria virado epidemia.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*