Esportes, Futebol

Para Tite, Brasil garante vaga com mais dez pontos

O crescimento do Brasil sob o comando do técnico Tite – com três vitórias seguidas nas Eliminatórias da Copa da Rússia e a vice-liderança do torneio sul-americano com 18 pontos – é tamanho que o temor de o país não disputar um Mundial pela primeira vez transformou-se em euforia, e é possível dizer que a vaga já está nas mãos.

Segundo o treinador, o Brasil precisa de, no mínimo, mais dez pontos nas próximas nove rodadas para carimbar o passaporte.

“Nas últimas eliminatórias foi esse o porcentual de aproveitamento. Tenho certeza absoluta de que com 52% nos classificamos”, afirmou Tite, referindo-se à marca de 28 pontos.

A matemática do técnico leva em consideração as eliminatórias para os Mundiais da Alemanha, em 2006, e África do Sul, em 2010.

Nesse formato e com a presença do Brasil, que não disputou a classificação para 2014 por ser a sede da competição, os 28 pontos foram suficientes para sacramentar a quarta e última vaga.

Foi assim que Equador e Argentina, respectivamente, conseguiram ir ao torneio sem precisar encarar a repescagem – fase que o quinto colocado, o Uruguai, nas duas edições, foi obrigado a encarar.

Se Tite mantiver o aproveitamento de 100%, o Brasil pode terminar 2016 a um ponto da vaga. Pela frente, a equipe encara, na próxima terça-feira, a Venezuela, em Mérida. No dia 10 de novembro, tem o clássico diante da Argentina, em Belo Horizonte, e logo depois, no dia 15, o Peru, em Lima.

Na próxima rodada, há a chance de a seleção assumir a liderança. Fora de casa, o líder Uruguai, com 19 pontos, encara a Colômbia, quarta colocada.

Tite: “com 52% (de aproveitamento) nos classificamos”. Foto: Pedro Martins/MoWA Press

Neymar é liberado de viagem para Venezuela

A O atacante Neymar foi liberado pela comissão técnica da viagem para a Venezuela pelas Eliminatórias da Copa do Mundo da Rússia. Fora do jogo após ser suspenso na Arena das Dunas, o atacante do Barcelona deixaria o hotel da seleção ontem (7) em Natal (RN).

O jogador recebeu o segundo cartão amarelo e está fora do confronto com a Venezuela, na próxima terça-feira, em Mérida, pela primeira rodada do segundo turno das eliminatórias.

Neymar foi o destaque da seleção na goleada diante da Bolívia, por 5 a 0, em Natal, mas não conseguiu controlar o nervosismo e vai desfalcar o time. É o quarto cartão do jogador nas eliminatórias.

Neymar recebeu o amarelo ainda no primeiro tempo, mas Tite disse que o manteve em campo para não atrapalhar o time. “A equipe estava engrenada, ajustada. Não vou prejudicar o time por isso”, disse o treinador, que conseguiu sua terceira vitória consecutiva no cargo.

Na última vez que foi suspenso por cartão, Neymar foi liberado da viagem para Assunção, onde a seleção empatou com o Paraguai, por 2 a 2. Neste período de folga, esteve em Florianópolis (SC).

Tite afirmou que Neymar precisa ter maturidade para suportar as provocações. “Faz parte da maturidade do atleta saber que as situações do primeiro tempo vão continuar”, afirmou.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*