Esportes, Futebol

Para Dudu, Palmeiras garante título em casa

Dudu: “Pode ter certeza de que vamos levantar a taça numa dessas partidas em casa”. Foto: Cesar Greco /Fotoarena/Folhapress

Dudu deixou o gramado do Allianz Parque, no último domingo (6), emocionado. A vitória por 1 a 0 sobre o Internacional lhe deu a certeza de que o Palmeiras será campeão brasileiro ali mesmo.

“O torcedor pode ter certeza de que a gente vai levantar a taça em uma dessas partidas que vamos fazer em casa”, disse o atacante, referindo-se aos compromissos da 36ª e da 37ª rodadas.

Não é matematicamente possível assegurar o título na visita ao Atlético-MG, no próximo jogo. Ao que tudo indica, essa possibilidade existirá na sequência, nos duelos com Botafogo e Chapecoense no Allianz Parque.

“É muito provável que o Palmeiras seja campeão antecipado no próprio Palestra (Itália, antigo nome do estádio alviverde)”, afirmou o matemático Tristão Garcia, que dá ao clube alviverde 91% de chance de título, independentemente da rodada.

Na projeção de Garcia, o cenário mais real é o de conquista na penúltima rodada. No dia 27 de novembro, enquanto o time alviverde estiver encarando a Chapecoense em casa, seu principal concorrente, o Santos, estará em visita ao Flamengo.

Com 70 pontos, o Palmeiras tem atualmente seis de vantagem sobre o Santos. Ao fim da 37ª rodada, se essa diferença for de ao menos quatro pontos, o troféu do Campeonato Brasileiro já terá dono.

“Aquele é o dia. O Santos vai estar se matando com o Flamengo, porque ficar no G3 é importante. Ficar fora do G3 te deixa longe dos grupos da Libertadores. São dois mata-matas, cheios de argentinos e brasileiros. Então, esse é o desenho, de fim da disputa do título na penúltima rodada”, previu Tristão.

O matemático não descartou a possibilidade de a taça ser assegurada antes. Se a atual diferença de seis pontos for ampliada em qualquer margem nas próximas duas rodadas, o Palmeiras será campeão no dia 20, quando receberá o Botafogo.

Cuca não tem se mostrado grande fã dessas projeções. O treinador também está fazendo as contas para a festa, mas procura conter a empolgação dos seus jogadores na reta final.

“Vejo o Tristão dizendo a toda hora que temos 90% de chance de conquistar o título. Eu queria ver isso, porque não consigo. O que passo para os atletas é um medinho, que é ótimo”, afirmou o treinador. “O futebol é dinâmico, aplica surpresas. Se você não está preparado passa vergonha.”

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*