Esportes, Futebol, Libertadores

Palmeiras usa a Libertadores para consolidar imagem de ‘time de guerreiros’

Baptista: "Essa vitória mostra um time com identidade, extremamente aguerrido e técnico". Foto: ArquivoO Palmeiras precisou de muito paciência para vencer o Jorge Wilstermann-BOL, pela segunda rodada da Libertadores.

O gol marcado aos 50 minutos da etapa final pelo zagueiro Yerry Mina coroou a equipe que acreditou na vitória até o último minuto. A entrega, inclusive, foi exaltada pelo técnico Eduardo Baptista.

“Essa vitória mostra um time com identidade, extremamente aguerrido e técnico, tentando jogar a todo momento”, disse o treinador.

“Se não foi futebol plástico, foi futebol de Libertadores. O espírito é esse: aguerrido, sem ser desleal e buscando o jogo a todo momento. O jogo poderia ter sido mais fácil se aproveitássemos as chances, mas fomos equilibrados e buscamos o gol até o último momento”, completou.

O alviverde agora volta suas atenções para o Campeonato Paulista. No próximo domingo (19) enfrenta o Santos, na Vila Belmiro.

 

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*