Brasileirão, Esportes

Palmeiras sai na frente, mas cede empate ao Santos no Pacaembu

Palmeiras cede empate ao Santos no Pacaembu
Marcado na jogada por Alison, Lucas Lima foi um dos protagonistas do clássico. Foto: Ale Vianna/Eleven/Folhapress

Palmeiras e Santos empataram por 1 a 1 na noite de ontem (19) , no Pacaembu, no retorno das duas equipes ao Campeonato Brasileiro.

O gol palmeirense foi marcado por Lucas Lima, o primeiro contra seu ex-clube. O camisa 20 recebeu passe de Willian, invadiu a grande área, girou sobre a marcação e bateu na saída de Vanderlei para abrir o placar aos 5 minutos de jogo.

Na comemoração, Lucas Li­ma mostrou a parte de trás da camisa para a torcida do Santos, que o vaiou durante todo o jogo. O árbitro Dewson Freitas interpretou a atitude como provocação e amarelou o palmeirense, que não enfrentará o Atlético-MG no próximo domingo, no Allianz Parque.

Contratado no final do ano passado pelo Palmeiras, o meia ainda não havia conseguido ter uma atuação decisiva contra o Santos desde que chegou à Academia.

Em três partidas pelo Campeonato Paulista deste ano, teve atuações apenas discretas e viu a trave lhe negar um gol no primeiro encontro entre os times, que teve vitória por 2 a 1 a favor do Palmeiras.

Lucas Lima também divide opiniões entre os próprios palmeirenses. É o líder de assistências do time em 2018, com oito, mas alguns torcedores acreditam que ainda não entregou o desempenho que promete desde a contratação.

Ontem, porém, Lucas Lima daria a vitória ao Palmeiras até que Gustavo Henrique frustrou a alegria do meia e empatou a partida, para delírio do torcedor santista.

Aos 29 minutos do segundo tempo, após bate e rebate na grande área palmeirense, Felipe Melo desviou de cabeça contra o próprio gol e a bola bateu no travessão. Com o gol aberto e o goleiro Wewerton vendido, Gustavo Henrique cabeceou para empatar.

Se há uma boa notícia para tirar do clássico, o Palmeiras viu Gustavo Scarpa reestrear pelo clube, após ser liberado pela Justiça. Sua estreia no começo do ano havia sido justamente diante do Santos, em vitória por 2 a 1. Scarpa segue em litígio com o Fluminense, seu ex-clube.

QUATRO ATACANTES

O Santos veio a campo com quatro atacantes na tentativa de repetir a fórmula que deu certo diante do próprio Palmeiras, no jogo de volta da semifinal do Paulista, quando os santistas venceram por 2 a 1 e levaram a partida para os pênaltis – nas cobranças, o Palmeiras saiu vencedor.

Porém, Rodrygo, Gabriel, Bruno Henrique e Sasha não conseguiram ser efetivos no ataque santista. Sem meios-campistas criativos, o time do técnico Jair Ventura sofreu para conseguir criar jogadas de perigo que não fossem pelo lado do campo.

As chegadas do costa-riquenho Bryan Ruiz e do uruguaio Carlos Sánchez, apesar de já não viverem os melhores momentos de suas carreiras, devem dar ao treinador santista boas opções para que o Santos mostre mais versatilidade na concepção das jogadas.

Os dois, porém, estão de férias pois disputaram a Copa por suas seleções. O santista torce para que essas férias acabem logo.

 

SANTOS 1 X 1 PALMEIRAS

Gols: Lucas Lima, aos 6 do 1º tempo. Gustavo Henrique, aos 29 da 2ª etapa. Ár­bi­tro: Dewson Freitas da Silva (PA). Estádio: Pacaembu, em São Paulo, ontem.

SANTOS
Vanderlei; Victor Ferraz, David Braz, Gustavo Henrique, Dodô; Alison (Cittadini), Jean Mota; Sasha (Copete), Rodrygo (Yuri), Bruno Henrique; Gabigol. Técnico: Jair Ventura.

PALMEIRAS
Weverton; Marcos Rocha, Antônio Carlos, Dracena, Diogo Barbosa; Felipe Melo, Bruno Henrique, Gustavo Scarpa, Lucas Lima (Artur), Hyoran (Jean); Willian (Deyverson). Técnico: Roger Machado.

 

Santistas comemoram igualdade no clássico e apostam em reforços recém-contratados 

Após o empate do Santos contra o Palmeiras por 1 a 1 ontem (19), no Pacaembu, os santistas deixaram o campo comemorando o empate, apesar de a equipe santista ser “mandate” no clássico de torcida única.

Nos últimos minutos, o goleiro Vanderlei fez grande defesa e sofreu bola na trave.

“Clássico é assim: as duas equipes buscam sempre a vi­tória. Foi bom o jogo. Toma­mos o gol logo cedo e eles aproveitavam contra-ataques. Empatamos e tivemos chances de virar, mas um empate também é importante no clássico”, disse Vanderlei ao SporTV.

Autor do gol santista, Gustavo Henrique também come­morou o empate e afirmou que os reforços contratados ajudarão o Santos a buscar seus objetivos na temporada. “Com as peças que vão chegar, vamos conseguir boas coisas no campeonato.”

 

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*