Brasileirão, Esportes, Futebol

Palmeiras rejeita duas propostas da Europa e afasta interesse por Miguel Borja

Borja ainda está nos planos do Palmeiras para a temporada.Foto: Cesar Greco/Agência PalmeirasO que o Palmeiras tratava como “pressão de empresários” até a manhã de ontem (31) se concretizou horas mais tarde. No último dia de janela aberta para transferências ao futebol europeu, três clubes procuraram o clube para tentar a contratação do colombiano Miguel Borja, investimento mais alto do alviverde no ano (R$ 35 milhões). A diretoria rejeitou as ofertas.

Segundo informações publicadas pelo Globoesporte.com e confirmadas pela reportagem com pessoas ligadas à diretoria palmeirense e ao estafe do próprio jogador, Porto-POR, Levante-ESP e Watford-ING consultaram o Palmeiras nas últimas horas sobre a situação do camisa 9.

Porto e Levante fizeram propostas oficiais, ambas re­jeitadas pelo Palmeiras. O Watford, equipe que recentemente contratou o atacante Richarlison, ex-Fluminense, consultou a diretoria alviverde, mas não houve avanços.

Até a última quarta-feira, o Palmeiras tratava o interesse europeu em Borja como “mera especulação”. Em virtude do alto valor investido, o Palmeiras impôs condições para negociar o centroavante, que hoje é tratado como alternativa ao time titular por Cuca.

A cúpula palmeirense sabe que Borja gostaria de ter mais espaço e que tem o Mundial de 2018, pela Colômbia, como objetivo pessoal. Mesmo assim, a liberação não seria fácil.

Para essa rodada dupla das Eliminatórias, o colombiano foi convocado, mas há o receio de que seja sua última chance caso siga no banco de reservas do Palmeiras. O critério de estar bem na sua equipe, adotado por Tite no Brasil, é o mesmo usado por José Pekerman, treinador da Colômbia.

O departamento de futebol determinou que Borja não será emprestado sem boa contrapartida financeira. Embora esteja encostado desde a chegada de Deyverson, o jogador faz parte dos planos de Cuca como opção em jogos de características diferentes. O treinador, inclusive, já afirmou que vê como possível que os dois atuem juntos.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*