Brasileirão, Esportes

Palmeiras e Flamengo duelam pela liderança

Gabriel Jesus foi relacionado por Cuca, mas ainda é dúvida para a “decisão” desta noite. Foto: Cesar Greco/Agência Palmeiras

Ainda restam 14 rodadas para o fim do Brasileiro, mas o duelo entre o líder Palmeiras e o segundo colocado Flamengo, hoje (14), às 21h45, tem sido encarado pelos torcedores das duas equipes como “final antecipada”. O time paulista tem 47 pontos, um a mais do que o carioca e cinco a mais do que o Atlético-MG.

Na era dos pontos corridos no Brasileiro, iniciada em 2003, cinco vezes o líder e o vice-líder se enfrentaram no segundo turno com a primeira posição em jogo. A última vez aconteceu em 2011, quando Vasco e Corinthians duelaram na 27ª rodada, no Rio. Com o empate por 2 a 2, o time da casa manteve a liderança, mas os paulistas acabaram ganhando o título naquele ano.

A briga pelo topo costuma fazer com que essas partidas sejam marcadas por jogadas ríspidas, lances memoráveis e decisões polêmicas.

Em 2011, o Vasco esteve duas vezes à frente no placar, mas sofreu o empate e quase a virada. Nos dias seguintes, os corintianos se queixaram muito da não marcação de um pênalti após toque de mão na bola do lateral Fagner, que na época atuava pelo time do Rio de Janeiro.

Nos duelos do tipo, nenhuma vez o primeiro colocado saiu vencedor. Em 2010, na 29ª rodada, o Cruzeiro ganhou por 1 a 0 do Fluminense, que levaria o título daquele ano. Cinco anos antes, na 40ª rodada (em 2005, o torneio teve 42 porque foi disputado por 22 equipes), aconteceu a “decisão antecipada” mais controversa de todas.

Aos 28 minutos do segundo tempo do empate por 1 a 1 entre o líder Corinthians e o vice Internacional, Tinga foi derrubado pelo goleiro Fábio Costa na área. O árbitro Márcio Rezende de Freitas não assinalou pênalti para os gaúchos e ainda expulsou Tinga. O time paulista foi campeão brasileiro com três pontos de vantagem sobre o rival.

No ano anterior, na 29ª rodada, Santos e Atlético-PR também empataram por 1 a 1. O time paranaense, que tinha jogadores como o volante Fernandinho, o meia Jadson e o atacante Washington, terminou na segunda colocação, deixando o título com o clube da Baixada Santista.

O Cruzeiro foi a única equipe que levou às últimas consequências a “final” nos pontos corridos. Ao vencer o Santos por 3 a 0 na 31ª rodada de 2003, saltou à liderança para depois ganhar o primeiro título nacional nesse formato.

Dúvida

Com dores musculares na coxa esquerda, Gabriel Jesus – vice-artilheiro do Brasileiro com dez gols – pode ficar fora do jogo. A decisão sobre a escalação será tomada pouco antes do jogo.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*