Esportes, Futebol

Palmeiras acerta com melhor da Libertadores 2016

O Palmeiras acertou nesta semana com mais um reforço para a próxima temporada. Trata-se do meia Alejandro Guerra, 31 anos, que defendia o Atlético Nacional-COL. É possível que o jogador seja anunciado hoje (23) pela diretoria.

O alviverde, entretanto, tem como política não comentar sobre negociações de jogadores até que os contratos estejam assinados.

O atleta deve fechar um vínculo de três temporadas com o clube, que deve desembolsar algo em torno de US$ 3 milhões (aproximadamente R$ 10 milhões).

Guerra chega como opção no meio-campo para Eduardo Baptista após se destacar no Nacional, que venceu a Copa Libertadores de 2016.

O venezuelano já defendeu sua seleção em 61 ocasiões e vem sendo convocado constantemente. Salário e tempo de contrato ainda são mantidos em sigilo.

Técnico e habilidoso, mas também muito aguerrido, Guerra foi eleito melhor jogador da última Libertadores.

Para contratá-lo, o Palmeiras teve de vencer a concorrência do Santos, além de mexicanos e americanos.

Ao todo, Guerra participou de 34 partidas em 2016. Obteve 21 vitórias, dez empates e só três derrotas, a última para o Kashima Antlers-JAP, no Mundial de Clubes.

Depois, o time ficou em terceiro no torneio da Fifa ao empatar com o América-MEX por 2 a 2 e vencer nos pênaltis por 4 a 3.

Na Libertadores, Guerra fez 13 jogos e marcou três gols.

Quarto reforço

O meia se junta a três contratados: os meias Raphael Veiga (ex-Coritiba) e Hyoran (Chapecoense), além do atacante Keno (Santa Cruz).

O clube ainda tem diversos alvos no mercado e as chegadas para a próxima temporada não devem parar por aí. Um deles é o também meio-campista Edwin Cardona, do Monterrey-MEX e da seleção colombiana.

O elenco se reapresenta na segunda semana de janeiro para iniciar a pré-temporada.

Contratação de Alejandro Guerra deve custar R$ 10 milhões ao Palmeiras. Foto: Arquivo

‘Substituir Gabriel Jesus é muito difícil, mas vamos reforçar o grupo’, promete presidente

O presidente do Palmeiras, Mauricio Galiotte, afirmou que o clube está atrás de um substituto para repor a perda de Gabriel Jesus para o Manchester City. Porém, admitiu que será difícil achar um atleta com esta mesma qualidade disponível no mercado.

“Substituir o Gabriel Jesus é muito difícil, pois é uma joia rara do futebol brasileiro. Tem força, habilidade, visão de jogo diferente. É um atleta diferente dos demais. Acho quase impossível conseguir algo parecido. Vamos procurar reforçar o grupo. O elenco é qualificado e forte, mas vamos procurar reforçá-lo. Porém, repor o Gabriel é muito difícil”, afirmou Galiotte, em entrevista à ESPN Brasil.

Galiotte disse que está à disposição para ajudar a Chapecoense, mas deu a entender que a liberação de Hyoran para o clube catarinense é praticamente impossível.

“Tomamos café com o Plínio (Nês, presidente da Chapecoense) e o Palmeiras estará à disposição, mas Hyoran é uma situação particular do jogador. Ele foi contratado antes de acontecer (o acidente) e não podemos responder pelo atleta. Hoje é jogador do Palmeiras, mas o que pudemos fazer, vamos fazer” disse Galiotte.

 

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*