Brasil, Editorias, Notícias

País registrou cinco estupros por hora no ano passado

Apesar da luta contra esse tipo de crime, casos de violência sexual são os menos reportados à polícia. Foto: Rovena Rosa/ Agência Brasil

O Brasil registrou média de cinco estupros por hora em 2015. Foram 45.460 casos durante o ano. Devido à subnotificação desse tipo de crime, esse número, na realidade, deve ser ainda maior. Os dados são da 10ª edição do anuário produzido pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública, e consideram os boletins de ocorrência registrados em delegacias de todos os Estados.

Apesar de alto, o número oficialmente registrado caiu: foram 4.978 (10%) casos a menos do que em 2014. Para a diretora-executiva do fórum, Samira Bueno, a redução “não é motivo para comemorar”. Isso porque os crimes de violência sexual são os menos reportados à polícia.

Estudo feito em 2013 pelo Ipea (Instituto Brasileiro de Pesquisa Econômica Aplicada) indicou que só 10% dos casos chegavam às autoridades. Com isso, o fórum estima que devam ter ocorrido entre 130 mil e 450 mil estupros no Brasil em 2015. “As vítimas têm vergonha, medo do agressor, porque muitas vezes o conhecem, e revivem a vitimização nas delegacias porque o atendimento tende a ser precário”, afirma.

A diretora lembra o caso de estupro coletivo ocorrido no Rio de Janeiro, em maio. Mesmo após o vazamento de um vídeo que mostrava o crime, o delegado então responsável colocou em dúvida a versão da vítima. “O preconceito que ronda esses casos e a dificuldade de as pessoas entenderem que foi uma violência dificultam a notificação”, diz a diretora.

O maior número absoluto de estupros foi registrado em São Paulo: 9.265 casos, 20% do total no Brasil. O Estado porém, tem incidência desse crime por 100 mil habitantes abaixo da média nacional (20,9, contra 22,2 do país). O Acre teve a maior taxa de estupros proporcionalmente à população: 65,2 casos por 100 mil habitantes.

O ano de 2015 foi marcado por um caso de estupro coletivo com repercussão internacional, em Castelo do Piauí (a 190 km de Teresina). Na ocasião, quatro garotas foram estupradas por quatro adolescentes e um adulto quando foram tirar fotos para tarefas escolares. O Piauí registrou 16,8 casos por 100 mil habitantes no ano passado, abaixo da média nacional.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*