Copa Paulista, Esportes, Futebol

Paes comemora atuação e ponto obtido no Inamar contra o Água Santa

Paes: “A gente trabalha duro durante a semana para conseguir fazer as defesas”. Foto: Fabrício Cortinove/AD São CaetanoBelas defesas e até mesmo participação no gol de Ermínio, quando iniciou a jogada que culminou no pênalti sofrido pelo atacante: o goleiro Paes foi um dos destaques do empate por 1 a 1 entre São Caetano e Água Santa na última quarta-feira (30), pela Copa Paulista.

Ao analisar a exibição do Azulão no Inamar, em Diadema, o arqueiro destacou a importância do placar obtido visando a sequência da equipe na competição, que dará ao campeão uma vaga na Série D do Campeonato Brasileiro no próximo ano.

“O resultado foi importante, pois começamos perdendo e buscamos o empate. Sabíamos que o jogo seria difícil, ainda mais saindo atrás no marcador. O principal é que conseguimos somar um ponto, que logo pode nos ajudar a conseguir a classificação”, comentou Paes.

Sobre seu desempenho contra o Água Santa, Paes destacou o trabalho realizado no dia a dia como fundamental para permitir que tenha apresentações como a da última quarta-feira.

“Estou feliz. A gente trabalha duro durante a semana para conseguir fazer as defesas. Graças a Deus fomos recompensados com um resultado que vai nos ajudar bastante”, disse o goleiro, que disputou 20 partidas com a camisa do São Caetano na atual temporada.

Portuguesa

Amanhã, pela Copa Paulista, o Azulão recebe a visita da Portuguesa, que lidera o Grupo C com um ponto de vantagem sobre o São Caetano. A partida é de grande importância para as ambi­ções do time, que reassumirá a ponta em caso de vitória no Anacleto Campanella.

Além disso, os três pontos podem garantir a classificação do Azulão à segunda fase, dependendo da combinação de resultados. Faltando três rodadas, o time do técnico Luís Carlos Martins tem seis de diferença para o Netuno (22 a 16), quinto colocado e primeiro time fora da zona de classificação.

“É o duelo mais importante da competição para nós, afinal será nele que podemos garantir nossa classificação. Então, precisamos estar concentrados. Será um jogo difícil, assim como foi o realizado no campo deles. Sabemos também da nossa condição e, por isso, podemos conseguir o resultado positivo”, explicou Paes.

No primeiro turno, o São Caetano derrotou a Lusa de virada por 3 a 2, no Canindé. Marcelinho fez os gols do time da casa, enquanto Matheus e Ermínio (dois) anotaram para o Azulão.

 

Recém-promovido ao profissional, meia do Água Santa faz gol 10.000 da Copa Paulista

Quando abriu o placar para o Água Santa no jogo com o São Caetano, na última quarta-feira (30), o meia-atacante Luan anotou o gol de número 10.000 na história da Copa Paulista. O tento na partida – que terminou empatada por 1 a 1 – não foi marcante apenas para a história da competição disputada desde 1999, mas também para a carreira do jogador, que balançou as redes pela primeira vez como profissional.

“Depois que eu soube (que era o gol 10.000) fiquei feliz. É legal porque, agora, vai ficar marcado na história e para mim, como meu primeiro gol desde que subi para o profissional”, comentou Luan, ao site da FPF.

Pelo Netuno, Luan disputou a Copa São Paulo e participou de oito jogos pelo Paulista Sub-20 antes de ser integrado ao elenco profissional.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*