Publieditorial, Sabesp

Óleo de cozinha provoca entupimentos nas redes e contaminação da água

Um dos principais vilões das redes coletoras de esgotos é o óleo de cozinha. Com o tempo, o óleo de fritura, junto com os outrosReciclagem de Óleo resíduos, provoca um “infarto” na rede coletora, causando entupimentos e vazamentos de esgoto nas ruas e dentro das casas.

Por isso, é importante que óleo de cozinha seja guardado e entregue em postos de coleta. Ele pode ser transformado em sabão ou massa de vidraceiro, por exemplo.

Para minimizar os impactos ambientais do descarte incorreto de óleo de fritura no solo e nas águas, desde 2007 a Sabesp conta com o Programa de Reciclagem do Óleo de Fritura (PROL). Várias agências da Companhia estão preparadas para receber o produto, assim como, projetos alternativos parceiros na reciclagem e aproveitamento do óleo de cozinha.

Em 2016, foram recolhidos e destinados adequadamente pelo programa de reciclagem, 300 mil litros de óleo de fritura. Além de reduzir os impactos ambientais no solo e nas águas e evitar a contaminação dos mananciais, também gera emprego e renda de forma sustentável.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*