Minha Cidade, Regional, Sua região

Ocupação de UTIs Covid-19 cai a 60% na região, menor patamar em mais de seis meses

Última vez que indicador esteve abaixo desse nível foi em 25 de novembro; queda é atribuída ao avanço, ainda que lento, da vacinação
Última vez que indicador esteve abaixo desse nível foi em 25 de novembro; queda é atribuída ao avanço, ainda que lento, da vacinação

Última vez que indicador esteve abaixo desse nível foi em 25 de novembro; queda é atribuída ao avanço, ainda que lento, da vacinação

A ocupação dos leitos de Uni­dade de Terapia Intensiva (UTI) Covid nos hospitais da rede pú­blica de Saúde do ABC caiu ao patamar mais baixo em mais de seis meses, em um mo­vi­men­­­to atri­buído aos efeitos da vaci­­na­ção sobre a curva de contá­­­gio pelo novo coronavírus.

É o que revela a plataforma Info Tracker, mantida por pesquisadores do campus São Carlos da Universidade de São Paulo (USP) e da Universidade Estadual Paulista (Unesp). Segundo a plataforma, a rede pú­blica de saúde da região tinha no último domingo (4) 727 pacientes em estado grave, equi­valente à ocupação de 60,0% dos leitos de UTI Covid-19. O indicador é o menor desde 25 de novembro do ano passado, quando estava em 57,70%.

A taxa de ocupação das enfermarias no ABC, por sua vez, era de 39,31% no último domingo, com 638 pacientes internados. Uma semana antes, o indicador estava em 42,4%.

Considerando todos os lei­­­tos (UTI e enfermaria), o ABC tem atualmen­te 1.365 internados com co­vid-19, nível mais baixo desde 19 de fevereiro.

Especialistas têm afirmado que já é possível notar os efeitos da vacinação na curva da pandemia no Brasil, mas alertam para a necessidade de manter cuidados diante da lentidão da campanha de imunização, da flexibilização crescente das medidas de isolamento social, das novas variantes do vírus e do início do inverno.

Segundo o governo do Estado, 1,135 milhão de pessoas receberam ao menos a primeira dose da vacina nos sete muni­cípios até a manhã de ontem, o que representa 52,9% da po­pulação adulta. Assim, ainda restam 1,145 mi­lhão de moradores a serem imunizados para atingir a meta do governo do Es­tado de vacinar toda a po­pulação acima de 18 anos com a primei­ra dose até 15 de setembro.
A tendência de queda nas internações hospitalares por covid-19 já havia sido apontada em pesquisa do Sindicato dos Hospitais do Estado de São Paulo (SindHosp). Segundo o levantamento, o porcentual de hospitais privados com ocupação de leitos de UTI Covid-19 acima de 80% caiu, nos dez dias encerrados no do­mingo, de 83% para 62%.

 CASOS E ÓBITOS

A 26ª semana epidemio­lógica, encerrada no último sá­bado, terminou com 188 óbitos no ABC, total 5,80% superior ao apurado nos sete dias anteriores (203), segundo painel da Fundação Sistema Estadual de Análise de Dados (Seade). A semana terminou com mé­dia móvel de 27 mortes diá­rias.

Na mesma comparação, segundo a Fundação Seade, o número de casos caiu 26,8%, para 3.298, com média móvel de 471 diagnósticos positivos por dia. Foi a segunda que­da seguida nesse indicador.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*