Minha Cidade, Regional, Sua região

Obras do Metrô no ABC não têm prazo para ser iniciadas

Obras do Metrô no ABC não têm prazo para ser iniciadas
Se garantirmos os recursos, iniciaremos a linha 18. A prioridade hoje é terminar e entregar as obras, porque o dinheiro é limitado. Foto: Arquivo

O governador Geraldo Alckmin (PSDB) afirmou ontem (27), durante evento em São Bernardo, que as obras do metrô no ABC, a linha 18 –Bronze, não têm prazo para início. Anunciadas em 2014 e com conclusão prometida para 2018, as intervenções não chegaram a sair do papel por falta de recursos.

“Se garantirmos os recursos, iniciaremos a linha 18. A prioridade hoje é terminar e entregar as obras, porque o dinheiro é limitado. Tendo o recurso, essa é a que está no “pênalti”, a primeira a ser feita”, afirmou o governador.

Segundo o tucano, a prioridade da gestão é entregar as obras que já estão concluídas ou em fase final. “Estamos entregando a linha 13/Jade (da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos/CPTM) que vai para o aeroporto de Cumbica, chegar dentro do aeroporto pelo trem. Vamos entregar essa semana as estações do monotrilho da linha 15, São Lucas, Camilo Haddad, Vila Tolstoi, Vila União e Jardim Planalto, cinco estações, e mais três em maio, Sapopemba, Fazenda da Juta e São Mateus”, declarou.

“Vamos entregar esta semana ainda ou comecinho da semana que vem a estação Oscar Freire, da linha 4-Amarela, e em julho a estação Morumbi. Vamos entregar ainda esta semana a estação Moema na linha 5-Lilás, depois, todas as outras estações no segundo semestre. Então, estamos priorizando ao máximo entregar as obras”, concluiu.

Parceria Público-Privada

Em 2014, o governo do Estado assinou o contrato da Parceria Pública-Privada (PPP), com previsão de início das obras da Linha -18 para o segundo semestre do mesmo ano. O contrato já foi aditado quatro vezes.

Naquele ano, o governador Geraldo Alckmin (PSDB) previa concluir as obras até 2018. Depois, o prazo foi prorrogado para 2020. Em dezembro de 2016, Alckmin chegou a dizer que esperava que em janeiro de 2017 ano o projeto destravasse. Porém, não houve avanços.

A Linha 18-Bronze prevê investimentos de R$ 4,26 bilhões e está projetada para ter 13 estações, ligando a Tamanduateí (Linha 2-verde), em São Paulo, até o Centro de São Bernardo (parada Djalma Dutra), passando por São Caetano e Santo André, totalizando 15,7 quilômetros.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*