Últimas Notícias

Obras do Cassaquera interditarão parcialmente a avenida Giovanni Battista Pirelli

O Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André) começará na próxima segunda-feira (5) a executar obras no trecho de canalização fechada do córrego Cassaquera, que fica na região da rotatória da avenida Giovanni Battista Pirelli. Com os serviços, três faixas do lado esquerdo da via, no sentido de Mauá, precisarão ser interditadas por cerca de 20 dias. Após, serão as duas outras faixas – no mesmo sentido – que vão ser bloqueadas pelo mesmo período.

Depois, o Semasa executará intervenções no outro lado da via, em direção ao Centro de Santo André. O bloqueio será feito inicialmente em duas faixas e depois em mais outras duas.

A previsão é de que até o fim de agosto as duas pistas estejam liberadas para o tráfego de veículos. Mesmo com o bloqueio de faixas, os motoristas poderão acessar normalmente a rotatória para ir em direção à avenida dos Estados ou para retornar sentido Centro da cidade. Apesar disso, para não causar mais transtornos à região, o Semasa orienta que os motoristas evitem a via, caso seja possível.

Para melhorar a fluidez do trânsito, com o término dos serviços de canalização, o Semasa construirá uma nova faixa em cada lado das pistas da rotatória da Giovanni Battista Pirelli. Desta forma, neste trecho, a pista sentido Mauá ficará com seis faixas e a outra com cinco.

As intervenções integram o Complexo Viário Cassaquera, que envolve a canalização de 1,7 quilômetro do córrego Cassaquera entre a avenida Giovanni Battista Pirelli e a rua Fernando Costa, no Parque Gerassi. Também faz parte do pacote de obras a construção de um novo sistema viário na avenida Luiz Ignácio de Anhaia Mello, que terá duas pistas com três faixas de rolamento em cada lado do córrego.

Além disso, serão implantadas duas travessias próximas às ruas Fernando Pessoa e Assis Chateaubriand, o que permitirá a passagem tanto de veículos quanto de pedestres sobre o curso d’água. O investimento total do Complexo Viário Cassaquera é de cerca de R$ 40 milhões e a verba provém de financiamento junto à CAF (Banco de Desenvolvimento da América Latina).

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*