Editorias, Notícias, Política

João Doria toma posse e faz série de críticas aos 23 anos de PSDB no comando de SP

MEDIDAS

A primeira medida de João Doria como governador foi assinar projeto de lei que permite ao estado extinguir, fundir ou incorporar a Dersa (Desenvolvimento Rodoviário S.A.), a Companhia de Processamento de Dados do Estado (Prodesp), Companhia Paulista de Obras e Serviços (CPOS), a Empresa Paulista de Planejamento Metropolitano (Emplasa), a Imprensa Oficial do Estado São Paulo (Imesp) e a Companhia de Desenvolvimento Agrícola de São Paulo (Codasp).
Segundo a assessoria de Doria, a CPOS, a Emplasa e a Codasp se tornarão uma única empresa, administrada por Nelson Antonio de Souza, ex-presidente da Caixa Econômica Federal.

O plano de fusões e extinção de empresas foi revelado pela Folha de S.Paulo. O secretário da Fazenda, Henrique Meirelles (MDB), afirmou que dentro de dez dias deve ter uma lista de todas as ações de desestatização.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*