Artigo, Serviços

O fim de um governo despreparado

Bolsonaro foi eleito com a promessa de que a “mamata acabou” e que a corrupção era coisa do passado. Infelizmente 55% da população acreditou em mais uma falácia do então candidato e deu um voto de confiança em outubro de 2018. A máscara não demorou a cair.

Hoje o ex-capitão e seu governo são rejeitados pela ampla maioria dos brasileiros e brasileiras. Depois de defender a ineficaz cloroquina no combate à Covid-19, ser contra medidas de isolamento e até mesmo ao uso de máscaras faciais, Bolsonaro agora faz coro pelo voto impresso. É um retrocesso de décadas e uma desculpa para a eminente derrota em 2022.

Pesquisa Datafolha revelada na primeira semana de julho não traz nenhum motivo de alegrias para o presidente. A reprovação foi a 51%, a maior desde o início do governo. A maioria dos brasileiros (54%) já defende seu impeachment, mais da metade dos entrevistados (55%) nunca acredita no que Bolsonaro fala e outros 63% o consideram despreparado para liderar o país. Outro fator importante é que 70% dos eleitores acreditam que há corrupção em seu governo.

Seu péssimo governo, que já vitimou fatalmente mais de meio milhão de brasileiros por falta de ações efetivas contra a pandemia, pela demora na vacinação e pelo negacionismo, tem sido desmascarado na CPI da Covid no Senado Federal. Escândalos de corrupção envolvendo a compra de vacinas são apenas a ponta do iceberg.

Para piorar, o Brasil não decola economicamente. A população já passa fome e retorna à miséria, que havia sido extinta nos governos Lula e Dilma. O lunático ministro Paulo Guedes só fala em privatizar e vender as estatais, mas nenhuma medida tomada por ele desde janeiro de 2019 ajudou os brasileiros mais necessitados.

O bolso da população também está vazio. O etanol ultrapassa R$ 4, a gasolina chega a R$ 5,50, o gás de cozinha não é vendido por menos de R$ 80 e a conta de energia elétrica não para de subir. Tudo isso sem contar produtos básicos como arroz, feijão, carne e outros itens que os brasileiros puderam comprar tranquilamente nos governos petistas.

Enquanto o povo sofre com um governo irresponsável, a esperança com Luiz Inácio Lula da Silva na presidência começa a crescer. Na mesma pesquisa Datafolha o ex-presidente venceria Bolsonaro em um eventual segundo turno por 58% a 31%, quase o dobro.

Só Lula pode salvar o país e colocá-lo novamente nos eixos. Foi em seu governo que nossa imagem era respeitada lá fora, a população tinha poder de compra e o pobre teve voz e vez.

Que essa turma negacionista deixe o Brasil em paz. Nosso povo já está sofrendo muito com tanto descaso, tanta irresponsabilidade e tanta omissão de um despreparado na presidência.

Luiz Fernando Teixeira Ferreira é deputado estadual (PT-SP)

Print Friendly, PDF & Email

Deixe eu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*