Brasileirão, Esportes

Novo atacante do Corinthians quer fim de apelido

Novo atacante do Corinthians quer fim de apelido
Gustavo Silva recebeu a camisa de Duilio Monteiro Alves. Foto: Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians

Gustavo Silva quer ser chamado apenas por seu nome. O atacante, de 21 anos, foi apresentado nesta terça-feira (23) como mais um reforço do Corinthians para a próxima temporada e pediu para “aposentar” o apelido que carregava do seu ex-clube, o Coritiba, onde era chamado de Mosquito.

“Daqui para frente, não gostaria mais de ser chamado de Mosquito. Até falei com a assessoria de imprensa quando cheguei. Entramos em acordo e não vamos mais usar o apelido. Agora é Gustavo ou Gustavo Silva. O Mosquito ficou no Coritiba. É uma nova fase”, disse.

O jogador disse, ainda, que está confiante com a recuperação do Corinthians no Brasileiro e na permanência do clube na Série A do Nacional. “Vou jogar a Primeira Divisão (em 2019). O Corinthians é um clube gigante, não vai cair.”

SEM LOUCURAS

O Corinthians vai manter a postura no mercado da bola para a temporada de 2019. Segundo o presidente do clube, Andrés Sanchez, a diretoria não vai fazer loucuras para contratar o atacante Diego Tardelli. A ideia do mandatário corintiano é manter o teto salarial dos atletas estipulado a partir deste ano.

“Não vou fazer loucuras e não vou pagar mais de R$ 400 mil, R$ 500 mil para jogador de futebol. O Brasil precisa de um limite. Tem time pagando R$ 1 milhão, mas a conta vai chegar. Não vou fazer o que foi feito nos últimos anos”, disse Andrés nesta terça-feira, na sede da Federação Paulista de Futebol (FPF).

Andrés também afirmou que o técnico Jair Ventura será mantido no cargo na próxima temporada. “Lógico que o Jair sabe que os resultados não estão bons, mas continua para 2019. Sou contra mudar de treinador. Mudei o Loss por algumas coisas específicas. Jair está bem lá, precisa ganhar dois, três jogos. Vamos trabalhar bastante em cima disso”, afirmou.

Outro assunto abordado pelo mandatário foi a polêmica envolvendo o agente de Pedrinho, Will Dantas. Depois do gol anulado na Copa do Brasil, o empresário indicou que o jogador deixaria o Corinthians.

“Pedrinho tem contrato com o Corinthians até o final de 2020. Se pagar a multa e o Pedrinho quiser sair, ninguém segura. Teve proposta no meio do ano e o jogador não quis ir. O Corinthians achou que não era bom para os dois. O empresário dele tem direito de falar, depois corrigiu. Faz parte. Hoje, assessoria e empresário, todo mundo fala”, frisou Andrés.

 

Print Friendly, PDF & Email

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*