Esportes, Seleção Brasileira

Neymar participa normalmente de treino ‘secreto’ da seleção

O atacante Neymar vol­tou a treinar com bola na tarde de ontem (31), nono dia de preparação da seleção brasileira para a disputa da Copa América no Brasil. O jogador, que vinha fazendo apenas atividades na academia desde terça-feira, participou do trei­no tático comandado pelo técnico Tite na Granja Co­mary, em Teresópolis (RJ).

Neymar foi bastante participativo na primeira parte da atividade, realizada no campo 2 do CT da seleção. O jogador chegou a dar dois carrinhos, demonstrando estar recupe­rado da lesão sofrida no joelho esquerdo na terça-feira.

Desde que deixou o gramado acusando dores no joelho, Neymar não havia descido ao gramado, até ontem. Pela manhã, o jogador fez exercícios físicos em um dos campos e, no fim da tarde, voltou a treinar com os companheiros.

Todas as atividades de ontem da seleção foram fechadas, o que aconteceu pela primeira vez desde que o grupo começou a se apresentar na Granja Comary. A comissão técnica aproveitou o trabalho “secreto” para treinar jogadas ofensivas e de escanteio.

ISOLAMENTO

Assim como aconteceu no ano passado às vésperas do Mundial da Rússia, os jogadores estão isolados na Granja Comary. A rotina inclui atividades diárias em dois turnos, treinos fechados e disciplina com os horários. Nem todos os convocados, porém, já estão focados na competição.

Ao todo, 19 dos 23 atletas estão em Teresópolis, mas esse grupo foi montado aos poucos. Enquanto Richarlison, David Neres, Eder­son, Fernandinho, Casemiro, Gabriel Jesus e Filipe Luís estão no CT da seleção desde o primeiro dia, Everton (Grêmio) se apresentou apenas na noite de quinta-feira.

Há quem ainda nem tenha chegado. Alisson e Roberto Firmino disputarão hoje a final da Liga dos Campeões, enquanto Cássio e Fagner jo­garão a partida de volta das oitavas da Copa do Brasil pelo Corinthians somente na pró­xima terça-feira. Só depois, os quatro se integrarão à seleção.

O grupo incompleto é um problema para a comissão téc­nica. “Atrapalha muito”, admitiu o auxiliar-técnico Cléber Xa­vier, braço direito de Tite.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*