Esportes, Futebol

Neymar estuda oferta do PSG e pode ser o jogador mais caro da história

Neymar pode ser protagonista da transferência mais cara da história. Foto: ArquivoO Barcelona foi informado de que o Paris Saint-Germain-FRA pretende pagar a multa rescisória para quebrar o contrato de Neymar com o clube espanhol. São € 222 milhões (R$ 813 milhões), valor que o tornaria o jogador mais caro da história do futebol.

Neymar sabe do interesse e seu pai espera pela reação ou contraproposta do Barcelona para manter seu filho no clube. Os dois analisam a oferta salarial apresentada pelo PSG, que pretende fazer do atacante brasileiro o principal nome de uma dos elencos mais caros do futebol mundial.

Neymar pai deve embarcar para Paris hoje (19). A informação foi confirmada à reportagem por uma pessoa do estafe do jogador. Ontem, ambos estavam em um iate no mar Mediterrâneo, na cidade turística de Formentera, na Espanha. Estavam acompanhados por amigos do jogador, que viaja hoje para os Estados Unidos, onde a equipe catalã realiza pré-temporada.

O PSG chegou a apresentar uma proposta em 2016, a qual foi rejeitada. Na época, o contrato de Neymar foi renovado por cinco anos e a multa, reajustada.

A maior transação do futebol até o momento é a compra do francês Pogba pelo Manchester United-ING no ano passado por € 105 milhões (R$ 385 milhões). No mês passado, o clube inglês contratou o atacante belga Romelu Lukaku por € 80 milhões (R$ 293 milhões), mas cláusulas de produtividade e a liberação de Wayne Rooney ao Everton-ING podem elevar a transação a € 120 milhões (R$ 439 milhões), o que seria a mais cara da história.

“Tenho 200% de certeza de que Neymar não vai deixar o clube neste verão. Nesta manhã, li que o PSG negou categoricamente (o interesse). Não há razão para mudar a relação entre os clubes”, disse ontem Jordi Mestre, vice-presidente esportivo do Barcelona.

Na teoria, o PSG não precisa apresentar proposta ao Barcelona. Se estiver disposto a pagar a multa, terá apenas de comunicar o Barça e fazer o depósito. Sendo assim, o Santos, como clube formador, teria direito a 5% da transação.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*