Esportes, Futebol

Neymar diz à Justiça que não se lembrava de acertos com o Barça

O jornal “El Confidencial” apresentou ontem (26) registros do depoimento de Neymar à Justiça da Espanha feito em fevereiro do ano passado. Ao juiz da Audiência Nacional, de Madri, o atacante afirmou repetidamente que não se lembrava dos pré-acordos que tinha assinado com o Barcelona, pois apenas seguia as orientações do pai.

Neymar se transferiu para o Barcelona em 2013. No entanto, o time catalão firmou acordos diretamente com a família de Neymar em 2011 e 2012, que totalizaram 40 milhões de euros.

O grupo DIS, que detinha 40% dos direitos econômicos do atacante, entrou com processo na Justiça da Espanha alegando ter direito a parte dos 40 milhões de euros que o clube espanhol pagou à empresa da família Neymar, a N&N.

Ao juiz que investiga o caso, Neymar comentou que não sabia o que assinava. “Na verdade não me lembro porque nunca fui por dentro de todos os contratos e de tudo que se passava na minha carreira, até porque não gosto. Por isso tem quem faz a gestão da minha, que é meu pai, uma pessoa com quem confio”, disse.
Indagado sobre se reconhecia a assinatura em contrato firmado pela família com o Barcelona, Neymar afirmou que assinou sem tomar conhecimento do que estava firmando.

“Não me lembro, mas posso identificar minha assinatura. É mais um documento que meu pai pedia para que eu firmasse. Foi o que falei: é uma pessoa em que confio. Tudo o que meu pai pede para fazer e assinar, eu assino”, disse.

O juiz quis saber por que Neymar havia assinado renovação de contrato com o Santos, em novembro de 2011, dias depois de ter firmado acerto com o Barcelona. O juiz declarou que não havia muita coerência estender vínculo com o Santos tendo feito acerto com o time da Espanha.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*