Copa do mundo, Esportes

Neymar brilha, e Brasil derrota a Argentina

Neymar e Philippe Coutinho comemoram gol brasileiro sobre a Argentina no Mineirão. Foto: Pedro Martins/MoWA Press

Neymar brilhou, finalmente, no duelo particular travado com Messi. Jogando em casa, o ex-santista fez belas jogadas, deu passe para o primeiro gol e fez o seu na vitória da seleção brasileira contra a Argentina, por 3 a 0, ontem (10), no Mineirão, pelas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2018, na Rússia.

Até ontem, Neymar nunca tinha feito um gol nas quatro partidas que havia disputado contra o companheiro do Barcelona. Em todos as vezes, Messi o ofuscava.

Desta vez, o atacante brasileiro desequilibrou e só foi parado pelos argentinos com faltas durante a vitória.

Com os três pontos conquistados no retorno ao Mineirão dois anos após a derrota de 7 a 1 para a Alemanha, a seleção se isola na liderança do torneio classificatório para o próximo Mundial. Confirma assim a excelente fase que vive desde que Tite assumiu o time, em junho.

A equipe nacional acumula cinco vitórias seguidas (fez 15 gols e sofreu um) desde a chegada do treinador, que pegou a equipe fora da zona de classificação. O Brasil soma agora 24 pontos nas Eliminatórias.

Logo após o terceiro gol, Tite teve o nome cantado pelos mais de 53 mil torcedores que foram ao estádio Mineirão, em Belo Horizonte.
A Argentina permanece em crise, no sexto lugar, com 16 pontos. Apenas quatro seleções se classificam direto para a Copa da Rússia. Uruguai, Colômbia e Equador completam a zona de classificação da competição.

Na próxima terça-feira, a seleção enfrenta o Peru, em Lima. Para o jogo, o time terá o desfalque do lateral Marcelo. O jogador do Real Madrid recebeu cartão amarelo, o seu segundo no torneio, e terá de cumprir suspensão.

Duelo de chapéus

Apesar de Neymar ter vencido o duelo particular com o companheiro de Barcelona, Messi começou inspirado.
O argentino deu dois chapéus em Fernandinho em apenas cinco minutos de jogo. No segundo, o volante do City não deixou o atacante do Barcelona completar o lance. Fez falta e recebeu amarelo.

Enquanto isso, Neymar tentava buscar jogo, mas era parado pelos rivais. Aos 20, deu o seu chapéu. A partir daí, seu futebol deslanchou.

O gol não demorou a sair. Mais solto, Neymar deu um belo passe para Philippe Coutinho abrir o placar. Aos 24, o jogador do Liverpool saiu da direita, recebeu a assistência de Neymar e chutou no ângulo esquerdo de Romero.

Aos 45min, o Brasil armou um contra-ataque decisivo. Gabriel Jesus acertou passe em profundidade para Neymar tocar na saída de Romero. Fez o segundo gol.

Com a Argentina abatida, os brasileiros dominaram o segundo tempo inteiro. Aos 13, Paulinho fez o terceiro. O volante que esteve em campo no 7 a 1, aproveitou o cruzamento do Renato Augusto e fez o seu, dando início à festa da torcida.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*