Brasileirão, Esportes

Nenê volta a ser relacionado para partida contra o Atlético-MG

Após cumprir suspensão, Nenê volta a ser relacionado para partida contra o Atlético-MG
Nenê quer time intenso e coeso em Belo Horizonte. Foto: Érico Leonan/SPFC

As circunstâncias da partida fizeram o São Paulo comemorar o empate por 1 a 1 com o Fluminense, no último domingo (2), no Morumbi, mas o segundo turno não começou exatamente como queria o Tricolor e a tabela do Campeonato Brasileiro começará agora a entrar em uma fase mais crítica.

O próximo compromisso do líder é uma visita ao Atlético-MG, amanhã (5), em Belo Horizonte. No estádio Independência, o primeiro colocado protegerá essa posição sob comando de Nenê.

Fora da rodada anterior por suspensão, o camisa 10 retorna com a responsabilidade multiplicada. O atacante não terá a companhia de Everton e Diego Souza, que vêm sendo seus mais eficientes parceiros no ataque da equipe.

Everton continua em recuperação de uma lesão na coxa esquerda e ficará fora de ao menos mais dois jogos. Die­go Souza, expulso diante do Fluminense, cumprirá gancho contra o Atlético-MG.

O São Paulo tem ainda problemas para montar sua defesa. Isso amplia a dificuldade do duelo e faz crescer também a importância de Nenê, que tem oito gols marcados e duas assistências distribuídas na competição.

Para o jogador, a equipe mostrará na Capital mineira a disposição exibida para cons­truir a ótima campanha feita até aqui. O próprio atleta de 37 anos é exemplo desse empenho, tendo participado de 20 das 22 rodadas da disputa.

“A gente antes tinha essa qualidade, mas não tinha a mesma intensidade, não tinha a humildade de saber que precisa correr, marcar, ser intenso, pressionar. Ficamos fir­mes, temos um grupo coeso”, disse o meia, certo de que essas qua­lidades serão exibidas contra os atleticanos.

Com dores na coxa esquerda, Anderson Martins não foi ao campo no treinamento de ontem e poderá ser desfalque contra o Atlético-MG amanhã.

A baixa seria delicada porque Arboleda, a serviço da seleção equatoriana, não está à disposição. Afastado há quatro meses e meio por cirurgia no pé esquerdo, Rodrigo Caio agora convive com dor no joelho direito e não está pronto para retornar.

Assim, se Martins não tiver condição, Bruno Alves será o único beque à disposição.

 

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*