Esportes, Futebol

‘Não sou estúpido porque perdi com o São Paulo’, diz Rogério Ceni

O técnico do Fortaleza, Rogério Ceni, fez comparação entre os trabalhos desenvolvidos no clube cearense, pelo qual se sagrou campeão da Série B, e no São Paulo, de onde foi demitido em julho do ano passado. A diferença, segundo ele, está ape­nas no resultado final.

“Qualquer time precisa de resultados. Desde times menores, até Palmeiras, Flamengo. O trabalho é secundário perto do resultado. Fiz no São Paulo o mesmo trabalho que fiz no Fortaleza. No São Paulo, não consegui vencer. No Fortaleza, me tornei um vencedor”, disse, à ESPN Brasil. “Não sou gênio porque venci, nem estúpido porque perdi com o São Paulo. Eu me considero uma pessoa em apren­dizado.”

O ex-goleiro passou os últimos dias em curso promovido pela CBF na Granja Comary que reuniu quase todos os principais treinadores do país. No Rio, reencontrou André Jardine, atual técnico são-paulino, e desejou sorte ao ex-colega de clube.

“É um menino que estava na base quando eu cheguei ao São Paulo. Conhece bem os jogadores da base, deve aproveitar muitos. O São Paulo é um clube bem mais estruturado hoje do que quando eu estive lá. Vendeu R$ 180 milhões naquele ano, tem condições de fazer melhores contratações. Teve este ano e terá, acredito eu, para o ano que vem. Alias, já fez, né? Levou o Léo, do Bahia; levou o lateral (Igor Vinícius) da Ponte Preta, muito bom jogador”, disse Ceni.

“(Jardine é) um grande profissional, atualizado, trabalha de maneira moderna. Torço muito por ele”, emendou.

 

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*