Economia, Notícias

Na crise, empresas reduzem tamanho de produtos para manter consumidor

Na crise, as empresas têm lançado produtos em formatos menores para não perder o consumidor, segundo a consultoria Kantar Worldpanel, especializada em comportamento de consumo. Entre 2014 e 2015, o número de lançamentos passou de 2,7% da cesta de compras do brasileiro para 5,3%, de acordo com levantamento divulgado ontem (20).

“Houve aposta em embalagens menores, principalmente de alimentos”, disse Christine Pereira, diretora comercial da Kantar. Em 2015, 9% dos produtos lançados tiveram alguma mudança de formato, como tamanho.

“O desemprego cresce, a renda média do consumidor cai, as pessoas abrem mão do volume, mas não da categoria. Levam embalagens menores para manter a marca”, disse Christine. “As empresas precisaram inovar. Se a não inovar, não diminuir a embalagem, o consumidor deixar de comprar.”

Do total de lançamentos, 47,5% foram produtos novos na mesma categoria – higiene e beleza, alimentos ou limpeza, por exemplo – e 43,9% são novas marcas.

As incertezas econômicas que afetam a população também minaram o otimismo do brasileiro com o futuro, mostra a pesquisa da Kantar. Se 80% dos consultados estavam otimistas com a situação do país em 2011, esse porcentual caiu para 32% neste ano.

O otimismo também recuou nas perspectivas para a situação pessoal dos entrevistados. Em 2011, 86% das famílias expressavam entusiasmo com o momento econômico, enquanto hoje só 67% fazem o mesmo. Parte da explicação está na queda da renda entre 2015 e 2016, de 5,36%.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*