Esportes, Futebol, Sul-Americana

Na Argentina, São Paulo põe à prova bom momento da zaga

Delegação do São Paulo desembarca em Buenos Aires. Foto: Rubens Chiri/SPFCSe a receita para avançar em uma competição no formato mata-mata é fazer gols e não sofrer fora de casa, o São Paulo tem todas as chances para superar o Defensa y Justicia-ARG, pela Copa Sul-Americana, hoje (5), às 19h30.

O ataque são-paulino já marcou 15 gols fora de casa nos nove jogos que disputou na atual temporada. A defesa, por sua vez, vive o melhor momento no ano, após sofrer várias críticas.

Nos dois últimos confrontos, contra São Bernardo e Linense, a defesa passou ilesa. Foi a primeira vez no ano que isso aconteceu. Até então, o time tinha levado gols em todos os outros jogos oficiais.

“Ainda bem que a gente entrou neste mês sem tomar gols. É um mês importante para as pretensões do clube. Esse equilíbrio estamos procurando desde o início da temporada. A margem de erro é zero agora”, disse Cícero. Lesionado, o volante desfalcará a equipe na Argentina.

Rogério Ceni também não terá Bruno, Edimar, Cueva e Lucas Fernandes, também no departamento médico. Lugano e Wesley estão suspensos e não viajaram.

Apesar da cautela são-paulina, o time argentino não assusta. Pelo campeonato nacional, a equipe de Florencio Varela – cidade localizada na província de Buenos Aires – marcou 13 gols em 17 partidas. É apenas o 22º colocado.

Especial

O adversário é especial pa­ra Buffarini. Foi contra o Defensa y Justicia que o lateral estreou como profissional e fez seu primeiro gol. Em 2006, defendia o Talleres-ARG quando atuou na vitória por 1 a 0. Dois anos depois, balançou a rede pela primeira vez na carreira contra o mesmo rival.

 

DEFENSA Y JUSTICIA X SÃO PAULO

Árbitro: Jesus Valenzuela Saéz. Estádio: Norberto Tomaghello, em Florencio Varela, às 19h15 (Fox).

DEFENSA Y JUSTICIA

Arias; Barboza, Bareiro e Silva; Rivero, Catellani, Miranda, Gutierrez e Delgafo; Bouzat e Kaprof. Técnico: Sebastián Beccacece.

SÃO PAULO

Renan Ribeiro; Buffarini, Lucão, Rodrigo Caio e Júnior Tavares; Jucilei, Thiago Mendes e Cícero; Wellington Nem, Luiz Araújo e Pratto.  Técnico: Rogério Ceni.

 

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*