Esportes, Futebol

‘Mutante’, seleção brasileira tenta liderança inédita

Daniel Alves é um dos dois “sobreviventes” da seleção. Foto: Pedro Martins/MoWA Press

Em um ano, a seleção brasileira mudou o técnico, a forma de jogar e quase toda a escalação. Mutante, a equipe que enfrentará a Bolívia hoje (6), às 21h45, tem apenas dois “sobreviventes” da estreia das Eliminatórias para a Copa do Mundo da Rússia – derrota para o Chile (2 a 0), em outubro de 2015.

Com o time alterado por Tite, a seleção tentará chegar pela primeira vez à liderança do torneio sul-americano classificatório para a Copa.

A principal novidade na equipe nesta noite será a entrada de Philippe Coutinho, que barrou Willian. O meia do Chelsea foi o oitavo titular do time a perder a vaga desde o começou do torneio.

Hoje, apenas Daniel Alves e Miranda entrarão em campo como “sobreviventes” da equipe derrotada pelos chilenos no ano passado, ainda com Dunga como técnico

Preferido de Tite para a lateral esquerda, Marcelo seria o terceiro, mas ficou fora da partida em Natal, pois se recuperar de uma contusão.

Do time que começou a disputar as Eliminatórias em Santiago, o goleiro Jefferson, o zagueiro David Luiz, o volante Luiz Gustavo e o atacante Hulk dificilmente terão nova chance com Tite.

Oscar e Willian permanecem no grupo, mas começarão a partida no banco de reservas. Douglas Costa está fora devido a uma lesão.

Titular com Dunga, o volante Elias ainda não foi chamado pelo novo técnico.

Para a partida em Natal, Tite foi obrigado a mexer em quatro posições do time que venceu a Colômbia, em Manaus. Além de Coutinho, a única opção tática, Filipe Luís, Fernandinho e Giuliano vão entrar no time. Eles substituirão, respectivamente, Marcelo, Casemiro e Paulinho. Os dois primeiros estão contundidos, e Paulinho cumprirá suspensão.

“Tite está me dando oportunidade. Se me chamou, é porque confia em mim. É a chance da minha vida. Não tenho de pensar nisso agora”, afirmou Giuliano, sobre a alta rotatividade da seleção nas Eliminatórias.

Liderança

Com esse time que mudou quase tudo durante a competição, o Brasil tentará terminar a rodada pela primeira vez como líder.

Para isso, além de vencer a Bolívia em Natal, o time precisa torcer para uma derrota ou empate do Uruguai, que jogará contra a Venezuela, em Montevidéu.

A seleção brasileira está no segundo lugar nas Eliminatórias com 15 pontos ganhos, um a menos do que o rival celeste.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*