Uncategorized

Museu de Nova York recusa sediar evento com Bolsonaro

O Museu Americano de História Natural de Nova York anunciou nesta segunda-feira (15) que não irá mais sediar evento organizado pela Câmara de Comércio Brasil-Estados Unidos que vai homenagear o presidente Jair Bolsonaro. A entidade escolheu Bolsonaro como “Personalidade do Ano”.

No domingo o museu já tinha dedicado publicações em português para ressaltar que Bolsonaro não foi convidado pelo museu para receber o prêmio, mas sim convidado como “parte de um evento externo”.
Desde a semana passada, o museu tem sido alvo de críticas pela homenagem ao brasileiro, principalmente por posições sobre políticas para o meio ambiente. O Museu já havia informado que iria avaliar providências possíveis para o caso.

Na sexta, o prefeito de Nova York, Bill de Blasio, chegou a pedir que a homenagem a Bolsonaro fosse cancelada. “Bolsonaro não é perigoso somente por causa de seu racismo e homofobia evidentes”, afirmou De Blasio, durante entrevista à emissora de rádio WNYC. “Infelizmente, também é a pessoa com maior poder de impacto sobre o que se passará na Amazônia daqui para a frente.”

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*