Arte & Lazer, Exposição

Museu das Ilusões é atração para feriados de novembro em S.Paulo

No museu, o que você pensa que vê, muitas vezes não é a verdade. Foto: Divulgação
No museu, o que você pensa que vê, muitas vezes não é a verdade. Foto: Divulgação

A exposição Museu das Ilusões abriu ao público em São Paulo depois de quase sete meses fechada. A mostra estava em fase de montagem quando começou a pandemia. Programação bacana para fazer com as crianças nos próximos feriados – dias 2, 15 e 20 de novembro. Com fluxo único, 12 ambientes separados em espaços bem amplos e peças distantes uma das outras, é possível caminhar pela exposição sem aglomeração e curtir a programação em família. Com entradas a cada meia hora, o museu controla a capacidade de público circulando, de forma bem fracionada.

Você sabia que o seu cérebro pode ser enganado pelos seus próprios olhos? As ilusões óticas mostram que nossa mente tende a fazer suposições sobre o mundo e na busca de ajustar as imagens a partir de um sentido ou de informações pré-adquiridas, pode visualizar o que não é real. O que você pensa que vê, muitas vezes não é a verdade.

Para explicar como isso acontece na prática, o Museu das Ilusões, único do gênero na América Latina, chega pela primeira vez em São Paulo, no Shopping Eldorado, que já tem tradição em ineditismo de eventos de qualidade. A expectativa é que milhares de pessoas visitem o Museu ao longo dos próximos meses, já que a atividade marca a reabertura desse tipo de evento, cumprindo todos os protocolos recomendados pelos órgãos públicos.
Instalada em espaço de aproximadamente 1.300 m², a exposição conta com mais de 70 atra­ções com experiências divertidas e ilusões de ótica, que brincam com o cérebro e a razão.

“Sediar essa mostra é uma maneira de nos reencontrarmos presencialmente com nosso público, que pode visitar as instalações com toda a segurança e higienização. É uma maneira de oferecermos entretenimento exclusivo, inédito e de qualidade para todos os que desejarem viver essa experiência imperdível”, afirmou Lilian Piva, ge­rente de Marketing do Shopping Eldorado.

Segundo Paulo Zimmermann, diretor executivo do Museu das Ilusões, a exposição foi preparada com todo cuidado durante a pandemia para poder abrir assim que fosse permitido.

Inspirado nos principais museus de ciências e de ilusão de ótica do mundo, museus com temática similar são o maior sucesso na Europa e EUA, o Museu das Ilusões traz pela primeira vez a São Paulo,o maior acervo do mundo em ilusão ótica do mundo, com experiências divertidas, que intrigam o público e a lógica.

Além de entreter o público com momentos fora da realidade, de forma lúdica e interativa, o museu traz conhecimentos sobre ilusões visuais, mensagens subliminares e a relação entre tempo, espaço e consciência.

A atração é uma ótima pedida para a programação em família e amigos, com 12 ambientes diferentes, independentes, que atendem perfeitamente a uma circulação com distanciamento entre pessoas e demais cuidados recomendados pelo protocolo de reabertura das exposições e eventos na cidade de São Paulo. Com experiências exclusivas e com espaços instagramáveis, ambientes incríveis para fotografar e filmar e situações que parecem impossíveis.

ILUSÕES DE ÓTICA

As ilusões têm uma longa história, indo até os antigos gregos. Em 350 AC, Aristóteles observou que “nossos sentidos podem ser confiáveis, mas podem ser facilmente enganados”. A partir de um experimento simples, ele notou que, ao observamos uma cachoeira e desviar o olhar para rochas estáticas, as rochas parecerão se mover na direção oposta do fluxo de água, um efeito que agora chamamos de “efeitos posteriores do movimento”.

O sistema visual humano pode ser dividido em duas partes: fisiológico e cognitivo. Não vemos o mundo apenas com nossos olhos, mas também com o cérebro, que é o responsável por captar as informações ao nosso redor e dar algum sentido a elas.

Uma escola de pensamento sugere que algumas ilusões destacam a maneira como o cérebro tenta constantemente e de forma rápida prever o que vai acontecer. Tentamos prever o futuro para compensar o pequeno atraso entre um evento e nossa percepção consciente dele. A luz dessas palavras que você está lendo tem que chegar ao seu olho, antes que um sinal viaje para o cérebro para ser processado – isso leva tempo, o que significa que o mundo que você percebe é ligeiramente no passado. Acredita-se que o cérebro pode fazer previsões sobre o ambiente ao seu redor para tentar perceber o presente.

A curadoria do Museu das Ilusões é do físico e professor Julio Abdalla, curador da maior exposição científica itinerante do Brasil: ExperCiência e diretor de uma rede de escolas. Interessado em museus de ciências e o despertar do conhecimento através da forma lúdica e como estes espaços interagem, tem por hábito visitar museus do gênero em todo o mundo.

O projeto tem consultoria e desenvolvimento de Paulo Zimmermann, ex-executivo de Mídia, atualmente consultor e assessor em projetos de entretenimento. Interessado em museus interativos e em entretenimento, também pesquisa e viaja em busca de experiências interessantes pelo país e exterior.

Foi da união do conhecimento des­tes dois especialistas que nasceu o projeto.“Desde sempre fui apaixonado pela física e pela mente e sempre senti falta de oportunidades de vivência experimental aos estudantes do Brasil. Viajando por alguns museus de ciências pelo mundo, sempre questionei o porquê não oferecer experiências similares às pessoas de meu país: aí nasceu o Museu das Ilusões, que ficou incrível e agora para o Shopping Eldorado, já soma a maior coleção de ilusão de óptica do mundo”, diz Julio Abdalla.

“Conheci o Julio em uma instalação da ExperCiência, que se tornou a maior exposição itinerante de ciências do país. Foi amor à primeira vista, pela exposição e pela paixão que ele tinha pelo assunto. Juntos levamos a ExperCiência as principais cidades do país e há quase cinco anos iniciamos o projeto do Museu das Ilusões. Viajamos por vários museus dos EUA e Europa em busca de inspiração para o melhor acervo…a exposição do Shopping Eldorado está incrível, tenho certeza de que as pessoas vão se surpreender e se divertir”, diz Paulo Zimmermann.

Serviço – Museu das Ilusões, Shopping Eldorado – Avenida Rebouças, 3970 – Bairro Pinheiros.
De terça-feira a domingo, das 12h às 20h, com entrada até às 19h, com grupos reduzidos a cada meia hora.

Valor dos ingressos: R$ 50 inteira e R$ 25 meia entrada. Descontos promocionais para grupos e famílias com três pessoas ou mais. Pontos de Venda:

Na bilheteria do Museu e online pela Eventim: www.eventim.com.br/artist/museu-das-ilusoes

Informações para escolas e excursões – Fechamento de grupos maiores de 20 pessoas:

projetoescola@museudasilusoes.com.br ou pelo telefone (19) 99981-4198.

contato@museudasilusoes.com.br

www.facebook.com/museudasilusoes

www.museudasilusoes.com.br

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*