Editorias, Notícias, São Paulo

Municípios do litoral terão apoio de 20 mil policiais no feriado prolongado

Doria: “Cada município tem o direito de estabelecer os seus limites para praias e calçadões”. Foto: Governo do Estado de SP
Doria: “Cada município tem o direito de estabelecer os seus limites para praias e calçadões”. Foto: Governo do Estado de SP

Para ajudar os municípios a evitar aglomerações de pessoas nas praias do litoral paulista no feriado prolongado de 7 de Setembro, a Secretaria de Segurança Pública de São Paulo vai implantar a Operação Independência. A ação teve início nesta sexta-feira (4) e vai até a próxima terça-feira (8), mobilizando 20 mil policiais.

Esses policiais foram requi­sitados ao governo de São Paulo por prefeitos do litoral e de estâncias turísticas do estado. Os prefeitos temem que, com o feriado prolongado, turistas se desloquem para essas regiões e promovam aglomerações, o que facilita a disseminação do novo coronavírus.

Os policiais, então, aju­dariam a patrulhar estradas e também devem apoiar as ações de fiscalização de medidas sanitárias. “Cada município tem o direito de estabelecer os seus limites para parques, praças, praias e calçadões. O governo de São Paulo apoiará aqueles que solicitaram formalmente o apoio da Polícia Militar (PM) no sentido de proteger a vida de seus cidadãos”, disse o governador João Doria.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública, as ações no feriado prolongado vão envolver também o uso de 7,2 mil viaturas, 880 motocicletas, 35 montarias, 11 helicópteros Águia da PM e oito drones para monitoramento de pontos estratégicos nas rodovias e também nas áreas urbanas, como praias.

A fiscalização de tráfego vai se concentrar em testes de bafômetro e verificação do uso obrigatório de cinto de segurança, assentos infantis e capacetes. A cada dia devem ser instalados 160 pontos de fiscalização nas estradas e 1,5 mil em áreas urbanas.

No litoral, a PM fará patrulhamento ostensivo em áreas de orla ou que concentram quios­ques, bares e restaurantes. Haverá uso de megafones para divulgação de mensagens de conscientização e prevenção ao novo coronavírus e também apoio a equipes locais de Vigilância Sanitária e Guarda Civil.

SEM DESFILE

Por causa da pandemia do novo coronavírus e atendendo a uma recomendação das autoridades sanitárias, não haverá desfiles ou paradas em homenagem à Independência do Brasil, celebrada em 7 de setembro. A informação foi dada também nesta sexta-feira por João Doria.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*