Uncategorized

Mundo digital entra na conta da inflação

O empresário Daniel Tambarotti sempre gostou de ouvir música e assistir a filmes, mas mudou, na última década, a forma como tem desfrutado de suas preferências culturais. Trocou a ida ao cinema e aquisições de CDs e DVDs por sessões caseiras via serviços de streaming.

“Pago uns R$ 100 por mês ao todo com essas pequenas assinaturas. Elas ocupam tanto do meu tempo e são tão baratas que é um dinheiro que a gente acha muito bem gasto. Outro dia fui ao cinema e gastei R$ 150,00. É a pipoca, o transporte, o ingresso. Então há duas razões para assistir aos filmes em casa: o valor que se gasta na rua está um absurdo; e a segunda é a comodidade, ouvir música o tempo inteiro, acessar vários filmes, poder comer a própria pipoca em casa”, explicou Tambarotti.

Serviços como Spotify, Netflix, Amazon e Uber já estão tão presentes na vida dos brasileiros que passarão a integrar a cesta de produtos pesquisados para o cálculo da inflação oficial no País a partir do ano que vem, informou ontem o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Avanços tecnológicos, envelhecimento populacional e até a preferência por alimentos prontos estão por trás das mudanças na destinação do orçamento das famílias nos últimos anos. Deixaram o carrinho de compras o aparelho de DVD e máquina fotográfica, por exemplo. Ao mesmo tempo, entraram bacalhau, vinho e picanha

A nova ponderação servirá como base para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) na coleta de preços de janeiro de 2020. As mudanças levam em consideração as despesas monetárias das famílias brasileiras captadas pela Pesquisa de Orçamentos Familiares (POF) de 2017/2018.

Após a divulgação do IBGE, analistas do mercado financeiro reduziram suas projeções para a inflação em 2020. Pela primeira vez, o gasto com transportes será mais relevante no IPCA do que o custo da alimentação. A inflação passa a investigar 377 subitens ante uma lista de 383. No total, o IPCA terá 56 novos subitens, ou seja, 62 itens existentes até então foram substituídos ou retirados da lista.

Entre as novidades, estão também conserto de aparelho celular e combo de telefonia, internet e TV por assinatura. O IPCA também passa a trazer macarrão instantâneo, polpa de fruta congelada, papinha infantil em conserva, além de conserto de bicicleta e medicamentos neurológicos e antidiabético.

No caso de transporte por aplicativo, que passa a integrar a lista, conta tanto o serviço de veículos particulares, como Uber, quanto o de táxis, como o 99 Táxi.

“O conserto de bicicleta é uma coisa que a gente não tinha antes, indica que as pessoas estão usando cada vez mais a bicicleta, talvez como lazer”, notou Pedro Kislanov, analista do Sistema de Índices de Preços do IBGE.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*