Política-ABC, São Bernardo do Campo, Sua região

Morando se reúne com ministro para discutir projeto de Museu do Trabalhador

Roberto Freire recebeu Orlando Morando, ontem. Foto: Divulgação

A pouco mais de um mês para assumir o Paço de São Bernardo, o prefeito eleito e deputado estadual Orlando Morando (PSDB) esteve ontem (24) em Brasília para cumprir ampla agenda de reuniões com ministros e parlamentares. Entre os assuntos tratados com ministros constaram a transformação do Museu do Trabalhador – cuja entrega está prevista para este ano – em Fábrica de Cultura, recursos para a segurança e fomento à geração de empregos, todas promessas de campanha do tucano.

Segundo Morando, o encontro com Roberto Freire, novo ministro da Cultura, foi produtivo e houve aceno por parte do ministro de apoio a sua proposta de transformar o Museu do Trabalhador em Fábrica de Cultura, programa do governo do Estado de São Paulo. “Vamos procurar o Ministério Público, pois há várias ações tramitando que questionam o projeto (do museu). Depois de analisá-las, o ministro se comprometeu a sentar conosco e discutir a possibilidade de mudança”, destacou.

O contrato de R$ 18 milhões para a construção do museu foi assinado em 2011, ainda na gestão de Dilma Rousseff (PT). A previsão era de entrega do equipamento em 2013, mas atrasos no repasse de recursos fizeram o prefeito Luiz Marinho (PT) – que visitou as obras ontem – adiar a conclusão várias vezes. O petista, agora, promete entregar o museu em dezembro.

Obras

A continuidade de obras em andamento foi compromisso assumido por Morando. Para tanto, o tucano também se reuniu ontem com o ministro das Cidades, Bruno Araújo. “Queremos dar andamento às obras. Há muita coisa sendo feita, corredores de ônibus, obras contra enchentes, entre outras. Quero assumir já com panorama do que há para se fazer”, pontuou.

A agenda de reuniões do prefeito eleito incluiu encontro com ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, no qual foram discutidos recursos para a compra de viaturas e armamentos, além da construção de bases comunitárias; e com o presidente dos Correios, Guilherme Campos. “Vamos destravar o Centro de Logística dos Correios, que terá 50 mil metros quadrados e vai gerar 900 empregos. Campos se comprometeu em ver o local. As conversas avançaram”, destacou Morando.

Fechando a agenda, o tucano se reuniu com parlamentares. “Fiz vários contatos em busca de emendas para São Bernardo. O deputado Carlos Sampaio (PSDB) se comprometeu a enviar R$ 850 mil para infraestrutura. Posso afirmar que a visita (a Brasília) foi muito produtiva”, disse.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*