Minha Cidade, São Bernardo do Campo, Sua região

Morando sanciona lei que vincula vacinação a matrícula e rematrícula de alunos na rede municipal

Morando sanciona lei que vincula vacinação a matrícula de alunos
Morando conversou com os alunos sobre o combate à dengue. Foto: Gabriel Inamine/PMSBC

Duas importantes ações para a população de São Bernardo foram realizadas na EMEB Vereador José Avilez, bairro Demarchi, nesta sexta-feira (25), com o objetivo de intensificar os esforços para o aumento dos índices de imunização da cidade e prevenção de doenças causadas pelo Aedes aegypti.

As atividades interseto­riais, unindo principalmente as pastas de Saúde e Educação, tiveram a presença do prefeito Orlando Morando, que no ato sancionou a lei que vincula a caderneta de vacinação, como documento obrigatório, à matrícula e rematrícula na rede municipal de ensino. O prefeito conversou com as crianças sobre a importância das ações de conscientização do Dia D, contra a dengue, que contemplam todas as escolas municipais.

De acordo com a nova le­gislação em vigor, a apresentação da caderneta de vacinação atualizada será obrigatória já para o período de matrículas e rematrículas aberto neste fim de ano. A caderneta deve ter as doses consideradas obri­gatórias para as respectivas faixas etárias, conforme Calendário de Vacinação das Crianças e dos Adolescentes.

Morando destacou que considera os dois temas essenciais para o bom andamento da cidade e proteção à Saúde pública. “A dengue é um assunto que nos preocupa muito todos os anos. A administração não mede esforços na prevenção, mobilização e conscientização desta doença, que começa com o Dia D, que incentiva o bom exem­plo das nossas crianças, que são os verdadeiros multiplicadores das boas práticas apren­didas na escola, no combate ao mosquito transmissor desta e de outras arboviroses.”

SANÇÃO

O chefe do Executivo reforçou a necessidade de aumentar os índices de vacinação na cidade. “Embora o direito à Educação esteja garantido. Será mais um mecanismo de sensibilização dos pais, sobre a importância de estar com a carteira de vacinação em dia. O pai que não vacina, compromete também a saúde do filho dos outros”, destacou.

Para a secretária de Educação, Silvia Donnini, a parceria dentre as secretarias de Educação e Saúde é fundamental no exercício de conscientização das crianças. “É pela escola que podemos mobilizar a família dos nossos alunos. A Saúde fará as notificações e orientações necessárias quando a carteira de vacinação não estiver atualizada. Sempre reforçando em sala de aula que os cuidados devem se tornar prática e serem adotados todos os dias”, destacou.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*