Política-ABC, São Bernardo do Campo, Sua região

Morando reafirma plano de criar Fábrica da Cultura

Morando: “Projeto do museu começou de forma estranha”. Foto: Eberly Laurindo

Em meio à operação deflagrada pela Polícia Federal (PF) para investigação de supostas fraudes no projeto do Museu do Trabalho e do Trabalhador (MTT), durante a manhã de ontem (13), o prefeito eleito de São Bernardo, Orlando Morando (PSDB), reafirmou plano de buscar nova destinação ao espaço a partir do próximo ano. Em nota, o tucano destacou que está atuando junto ao Ministério da Cultura (MinC) para concretizar projeto de transformar o local em Fábrica de Cultura, por meio de parceria com o governo estadual.

“Estou convicto de que a melhor forma de homenagear o trabalhador é buscar um futuro melhor para seus filhos”, disse o prefeito eleito. O espaço tem o objetivo de ampliar o contato de crianças e adolescente às manifestações culturais, oferecendo cursos e programação nas áreas de iniciação artística, formação cultural, música, dança, teatro, circo e capoeira, entre outras atividades.

Morando também lamentou o escândalo, mas salientou que episódio “ajuda a passar a limpo a passagem de quem não honra o serviço público”. “Esse projeto que tinha como objetivo transformar o espaço em Museu do Trabalhador começou de forma estranha, pois nunca foi discutido com a população. Com o tempo parecia que era para homenagear o ex-presidente Lula e seu partido”, destacou.

O tucano também acrescentou que sua gestão vai colaborar com a Justiça para que todos os envolvidos sejam punidos. “Um grande exemplo vale mais que do uma tonelada de discursos”, finalizou, em nota.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*