Minha Cidade, São Bernardo do Campo, Sua região

Morando confirma maior CAPS de S.Bernardo para início de 2019

Morando confirma maior CAPS de S.Bernardo para início de 2019
Morando e Reple vistoriaram a unidade Farina/Nova Petrópolis nesta quarta-feira. Foto: Ricardo Cassin/PMSBC

O prefeito de São Bernardo, Orlando Morando (PSDB), anunciou nesta quarta-feira (21) que o maior CAPS (Centro de Atenção Psicossocial) da cidade será entregue até o fim do primeiro trimestre de 2019. A unidade Farina/Nova Petrópolis – localizada na Avenida Wallace Simonsen, 1900, no Nova Petrópolis –, foi vistoriado pelo chefe do Executivo, pelo secretário de Saúde, Geraldo Reple, e a coordenadora de Saúde Mental, Cintia Azevedo.

“Com muita alegria, anunciamos que esta obra já está na fase de conclusão e será entregue à população no primeiro trimestre de 2019. Esta unidade, quando estiver funcionando, vai atender aos pacientes da Vila São Pedro, Parque São Bernardo e Nova Petrópolis. Vamos oferecer atendimento de qualidade, com estrutura apropriada”, destacou Morando.

A nova unidade de saúde será especializada no acompanhamento de pacientes com mais de 18 anos e que apresentam transtornos men­tais graves e persistentes. O serviço terá funcionamento 24 horas. Por mês, serão realizados, em média, 2.500 atendimentos, com o apoio de equipe multiprofissional, composta por psiquiatra, psicólogo, assistente social, terapeuta ocupacional, educador físico e enfermeiros.

“Hoje, atendemos os nos­sos pacientes em uma casa alugada e com pouca estrutura. Neste novo prédio, teremos oito salas de individuais, consultórios médicos, dormitórios femininos e masculinos, entre outros, proporcionando assim um melhor serviço à população”, destacou Reple.

 REFERÊNCIA

Com ampla rede de unidades de saúde, composta por nove Centro de Atenção Psicossocial (CAPS), nove Unidades de Pronto Atendimento (UPA), 34 Unidades Básicas de Saúde (UBS), uma Unidade de Pronto Atendimento Psiquiátrico e o Núcleo de Trabalho e Arte (Nutrarte), o município é considerado referência nacional na saúde mental. Por mês, são realizados, em média, 16 mil atendimentos.

Ao todo, o município conta com 32 psiquiatras e 17 psicólogos que atuam nos nove CAPS e na Unidade de Pronto Atendimento Psiquiátrico.

Print Friendly, PDF & Email

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*