Política-ABC, São Bernardo do Campo, Sua região

Morando conclui primeiro mês impulsionando desenvolvimento

Morando deu início a programa que institui período integral em escolas do município. Foto: Eberly LaurindoO prefeito de São Bernardo. Orlando Morando (PSDB), concluiu o primeiro mês de trabalho com importantes ações para impulsionar o desenvolvimento sustentável e econômico do município. Apesar do déficit de mais de R$ 200 milhões nos cofres públicos, o novo governo conseguir instituir mecanismos e apresentar avanços.

Na Saúde, foram vistoriados todos equipamentos públicos, sendo diagnosticadas falhas que já estão sendo corrigidas. Um dos maiores problemas foi encontrado no Hospital de Clínicas, inaugurado há quatro anos e subutilizado. O governo tem trabalhado para garantir que a empresa responsável pelas serviços refaça uma série de reparos, como colocação do piso e outras instalações, a fim de garantir qualidade no atendimento.

Ainda na Saúde, a prefeitura se antecipou a e lançou no dia 19 o Programa “São Bernardo Contra Dengue”, que tem mobilizado todos os setores da sociedade na prevenção da proliferação de doenças causadas pelo mosquito Aedes aegypti.

Na Educação, o governo lançou o “Educar Mais”, que iniciou a inserção de escolas da rede no formato de tempo integral, ampliando a carga escolar de cinco horas para nove horas em cinco unidades, que passarão a funcionar das 7h30 às 16h30, beneficiando 1.231 crianças nesta primeira etapa do programa.

Planejamento urbano

Nos setores que correspondem a Planejamento Urbano, o município garantiu a recuperação de vias no JardimThelma, no Grande Alvarenga, sem onerar os cofres públicos. Assinou ordem para revitalizar a Praça Antônio Rodrigues Filho, conhecida como Largo da Coap, situada na rua Ana Maria Martinez, no bairro Assunção. A intervenção será a primeira a ser realizada em parceria com a iniciativa privada, que também passará a assumir parte dos custos com as melhorias previstas para serem implementadas no espaço.

Nas áreas de Cultura e Esporte, o prefeito realizou ampla fiscalização nos equipamentos da cidade. Foram verificados que todos os teatros não possuem Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros (AVCB). O Teatro Elis Regina, no bairro Assunção, foi lacrado depois de apresentar graves condições estruturais.

Em relação a medidas administrativas, o governo estabeleceu metas para recuperar a saúde financeira do município. Devolveu carros alugados, utilizados anteriormente como oficiais, gerando economia de R$ 3,5 milhões anuais aos cofres municipais. A medida se somou a outras dez, como corte da subvenção do Carnaval para este ano e extinção de celulares corporativos, que devem proporcionar R$ 100 milhões em economia.

Desde o primeiro dia de gestão, a prefeitura tem realizado o programa de zeladoria  “Nova São Bernardo”. O programa já percorreu diversos bairros da cidade realizando manutenção.

um comentário

  1. meu bairro nova petropolis esta em estado de abandono mato nas pracas falta de iluminacao de poda de arvores e varricao de ruas uma vergonha iptu e ipva eu to pagando

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*