Diadema, Minha Cidade, Sua região

Moradores reclamam de pancadões no Jd. Gazuza; Prefeitura de Diadema afirma que fiscaliza

GCM fiscaliza todas as regiões para evitar início das festas. Foto: Divulgação
GCM fiscaliza todas as regiões para evitar início das festas. Foto: Divulgação

Moradores do Jardim Gazuza, em Diadema, estão preocupados com a realização de pancadões no bairro, principalmente na Rua do Projeto, por conta da aglomeração de pessoas neste período de pandemia de covid, além da perturbação do sossego.

“Alguma coisa tem de ser feita. Não sabemos mais a quem recorrer. Tem um bar realizando pancadões e aglomeração, sem contar a perturbação do som. Ligamos para GCM (Guarda Civil Municipal), polícia e nada é feito. Até quando ficaremos abandonados?, questionou a munícipe, que preferiu não se identificar.

Questionada sobre se tem conhecimento dos pancadões no bairro, a prefeitura informou que, “por meio da Guarda Civil Muni­cipal reduziu sensivelmente o número de locais onde regularmente ocorriam festas de rua não autorizadas (“pancadões”). Tem evitado o início de muitas dessas festas podendo concentrar sua atua­ção em locais onde isso não foi possível”.

Sobre a reclamação de não atendimento por parte das forças policiais, a prefeitura informou que a GCM promove fiscalizações na região e que, inclusive, atendeu seis chamados na Rua Raul Seixas nos últimos dias.

A administração municipal vem adotando estratégias para evitar o início desse tipo de festa e realiza fiscalização semanalmente em regiões diferentes, com o objetivo de atender de maneira igualitária todos os bairros da cidade. A prefeitura, inclusive, conta nas ações com o Caminhão Tempes­tade (dispersa jatos de água), que auxília na dispersão de aglome­rações.

“Quando os pan­cadões já estão em andamento, equipes treinadas se deslocam até o endereço e com uso de equipamentos adequados dispersam aglomeração. Além disso, as equipes atuam em comércios que estejam desrespeitando horário de funcionamento conforme Decreto da pandemia, vistoriam veículos e efetuam apreensão daqueles que se encontram irregulares, em parceria com a Secretaria de Transportes. Ao final da ope­ração, mantém diálogo com a população ouvindo suas demandas”, destacou a prefeitura.

DENÚNCIAS

A prefeitura mantém equipes de fiscalização que atuam principalmente na orientação dos munícipes, para que sejam respeitados os protocolos sanitários para evitar a propagação do coronavírus. “A Ope­ração Casa em Ordem busca atender todas as demandas referentes a aglo­merações nas vias que causem a perturbação ao sossego público, de forma a garantir maior tranqüilidade aos munícipes”, afirmou.

Serviço – Para fazer de­núncias de desrespeito aos protocolos sanitários ou sobre pancadões podem ser acionados os serviços da GCM pelo 153 ou a Fiscalização, nos telefones 4057-8067 e 4057-8068.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*