Uncategorized

Ministro diz que violência no carnaval no Rio foi inaceitável e promete ajuda

O ministro da Defesa, Raul Jungmann, afirmou que as cenas de violência ocorridas durante o carnaval no Rio de Janeiro foram “inaceitáveis” e que o governo já começou a pensar em formas de auxiliar as forças de segurança do estado. “Fica muito claro para nós que a situação do Rio durante o carnaval, como aliás o próprio governador reconheceu, foi lamentável e aqueles fatos impactaram muito o governo. E novas medidas deverão vir”, disse o ministro nesta quarta-feira (14) à noite, após reunião com o presidente Michel Temer no Palácio da Alvorada.

As imagens de arrastões na zona sul do Rio e agressões violentas promovidas por grupos de ladrões circularam em todo o país e chocaram pela violência gratuita. A Polícia Militar chegou a reforçar o policiamento da orla a partir de segunda-feira (12), mas a violência e os arrastões se repetiram

Jungmann avaliou que o reforço no policiamento, após os primeiros dias do carnaval, foram percebidos pela população, mas não evitou os episódios de violência. “Mesmo assim, as cenas foram inadmissíveis e inaceitáveis. Agora, a nossa avaliação é de que, por decisão do presidente Temer, nós devemos ver e pensar como ampliar essa ajuda que já vínhamos fazendo”.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*