Economia, Notícias

Ministério da Agricultura interdita mais dois frigoríficos alvos da Carne Fraca

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) anunciou hoje (27) a interdição de mais duas unidades frigoríficas alvos da Operação Carne Fraca, o Souza Ramos, em Colombo, e Transmeat, em Balsa Nova, ambos no Paraná.

Os dois frigoríficos estão entre os 21 investigados na operação da Polícia Federal (PF), deflagrada dia 17 de março para apurar suspeitas de irregularidades na produção de carne processada e derivados, bem como na fiscalização do setor.

Outras três unidades já haviam sido interditadas pelo ministério no dia 17. As unidades da Peccin Agro Industrial em Curitiba (PR) e Jaraguá do Sul (SC), onde são produzidos embutidos (mortadela e salsicha), e da BRF (dona das marcas Sadia e Perdigão, entre outras), em Mineiros (GO), onde é feito o abate de frangos.

O ministério não especificou os motivos das novas interdições. O ministro da Agricultura, Blairo Maggi, concederá entrevista coletiva esta tarde para apresentar um balanço da operação.

Ações de frigoríficos sobem após três países retomarem importações

As ações de empresas do setor de frigoríficos operam em alta nesta segunda-feira (27), após a reabertura da China, Chile e Egito para a carne brasileira.

No sábado (25), os três voltaram atrás de suas decisões de vetar as importações, tomadas após a deflagração da Operação Carne Fraca, da Polícia Federal, que apura um suposto esquema de propinas para liberação da venda de carnes sem fiscalização.

Os papéis da BRF lideravam há pouco a lista de maiores valorizações do Ibovespa, com ganho de 2,96%, a R$ 36,86; e as da JBS subiam 2,00%, a R$ 11,17. Ambas estão entre as companhias investigadas pela operação da PF.

As ações da Marfrig avançavam 1,52%, a R$ 5,99; fora do Ibovespa, os papéis da Minerva operavam em alta de 5,94%, a R$ 10,15.
“O risco para os frigoríficos era o fechamento desses mercados por mais tempo, e a reabertura depois de uma semana traz alívio para o setor”, afirma Rafael Ohmachi, analista da Guide Investimentos.
“As empresas também estão se mexendo para mostrar a qualidade de seus produtos, como a BRF, que criou um grupo para tratar desse assunto”, acrescenta o analista.

O Ibovespa recuava 0,61%, aos 63.458,31 pontos. O índice é pressionado principalmente pela queda das ações de Petrobras e Vale, diante do recuo do petróleo e do minério de ferro no mercado internacional.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*