Diadema, Política-ABC, Sua região

Michels vai entregar dois kits de uniforme em fevereiro

Ao lado de Márcio da Farmácia, Michels anunciou manutenção de Tatiane na Educação e coronel Soffner para a Defesa Social. Foto: Thiago Benedetti /Divulgação/PMD

O prefeito de Diadema, Lauro Michels (PV), informou ontem (29) que entregará em fevereiro dois kits contendo uniformes escolares, referentes a 2016 e 2017. Segundo o verde, juntamente com as peças será enviada nota explicando os motivos que levaram ao atraso na entrega este ano. “Vamos esclarecer aos pais e responsáveis tanto a parte de economia quanto a de qualidade. Isso é importante para mostrar a responsabilidade que temos com o dinheiro público”, disse.

Segundo o prefeito, durante a campanha eleitoral os uniformes serviram de pauta para críticas contundentes à pasta da Educação. Michels esclareceu que o atraso na entrega dos kits de 2016 foi decorrente de problemas jurídicos, mas também de consciência de “que o dinheiro público não pode ser rasgado”.

“Quando fizemos a licitação em 2015/2016, o preço do uniforme estava muito acima do que projetamos com base na inflação, custaria cerca de R$ 8 milhões. Dessa forma, fomos ao Ministério Público e solicitamos o fracionamento dessa licitação em itens, para que pudéssemos dar oportunidade a outras empresas. Quando o MP autorizou o fracionamento e fizemos a segunda licitação, participaram 18 empresas, dessa forma os uniformes puderam ser comprados pelo preço que havíamos projetado, cerca de R$ 4,9 milhões, e com a mesma qualidade”, afirmou.

Investimentos

Ao anunciar ontem a manutenção de Tatiane Ramos à frente da pasta de Educação, o prefeito destacou que o investimento no setor nos últimos quatro anos contribuiu para a qualidade do ensino no município, com a melhora da nota do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), que saltou de 5,9 em 2013, para 6,3, índice que estava previsto para ser atingido somente em 2017 e já foi alcançado este ano.

Lauro Michels também destacou outras melhorias na Educação, como o aumento do número de vagas em creches e a implementação do Sistema Sesi de ensino. “Ainda não está o ideal e reconhecemos que temos muito a fazer. Porém, já comemoramos alguns bons resultados”, pontuou.

Defesa Social

Além da manutenção de Tatiane Ramos à frente da Educação, Michels anunciou que o coronel Marcel Lacerda Soffner vai comandar a Secretaria de Defesa Social a partir de 2017. Soffner disputou as eleições como candidato a vice-prefeito na chapa encabeçada por Taka Yamauchi (PSD). “Soffner tem uma história na Polícia Militar.Veio para nossa guerra do segundo turno (das eleições) e hoje está vindo compor a administração. Não estou colocando um farmacêutico para ser secretário de Defesa Social. Estou colocando o Soffner porque tem “know how” no que faz”, afirmou Michels.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*