Diadema, Política-ABC, Sua região

Michels se diz tranquilo com CPI

Michels: “a pessoa não precisa ter uma empresa igual a Odebrecht”. Foto: Eberly LaurindoO prefeito de Diadema, Lauro Michels (PV), afirmou que está tranquilo com a iminente instauração de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar contratos de manutenção firmados pela Secretaria de Educação.

O requerimento de solicitação da CPI está sendo avaliado pelo jurídico e a comissão deve ser implementada nos próximos dias. “O governo vai lidar com isso com tranquilidade”, declarou Michels. “Todos os processos foram legais, transparentes, dentro do portal da transparência, os requisitos legais foram todos cumpridos. A pessoa tem uma empresa aberta no endereço da casa dela, a pessoa não precisa ter uma empresa igual a Odebrecht e roubar o Brasil inteiro”, completou.

Segundo matéria divulgada na imprensa regional, a empresa contratada para realizar reformas nos telhados de escolas municipais possui como sede um imóvel residencial em Diadema. “A pessoa participou do certame da carta convite que é um requisito que a lei 8666 permite ao prefeito ter a carta-convite num valor de até R$ 250 mil e a concorrência foi aberta e ele fez o serviço. Peço para a imprensa fazer o seguinte: ir lá na José Carvalho, no Jardim Ruyce, onde foi feito o serviço, falar com os pais, com os professores, para ver a qualidade, a presteza, o que foi implementado na escola”, afirmou.

Ao ser questionado sobre planos de se candidatar a deputado federal em 20158, Michels foi taxativo. “Hoje estou pensando em governar a Prefeitura de Diadema, porque a gente já tem muitos problemas. Se ficar pensado em ser candidato em 2018, com tudo que está acontecendo em 2017, não vou fazer nem uma coisa nem outra. É especulação”, pontuou.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*