Diadema, Política-ABC, Sua região

Michels pretende reajustar salários do primeiro escalão

Michels: “vamos tentar dar o reajuste para todo mundo”. Foto: Eberly LaurindoDiferentemente do que ocorreu no ano passado, quando decidiu não aumentar os salários do primeiro escalão – inclusive o próprio –, o prefeito de Diadema, Lauro Michels (PV), sinalizou que pretende repassar o aumento para todos os funcionários, contando os comissionados, que também ficaram de fora em 2016. A data-base do funcionalismo é março e os estudos já estão sendo feitos pela Secretaria de Finanças.

Michels declarou que pretende repor a inflação do período. O acumulado em 12 meses, até janeiro de 2017, pelo Índice de Custo de Vida (ICV) do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), é de 5,37%.

Apesar de o índice ser a metade do que foi pago de aumento no ano passado – 9,9% referentes a 2016 e 4,24% relativos a 2015 –, o verde alertou que é um porcentual alto. “Qualquer coisa na administração e a gente fala de R$ 30 milhões”, destacou.

Sobre o reajuste no próprio salário, do vice-prefeito, dos secretários e de comissionados, o prefeito declarou que não acha justo fazer diferença entre esses funcionários e os de carreira. “Vamos tentar dar (o aumento) para todo mundo. Se tiver de abrir mão do nosso vamos abrir, mas prejudica quem está trabalhando”, declarou. “Há secretários, comissionados que trabalham bem. Qual é a diferença deles para um funcionário de carreira? Todo mundo quer ter seu momento de aumento”, completou.

Impacto

Michels comentou, também, que não reajustar seu salário impacta nos vencimentos de outros profissionais, como médicos, que não podem ganhar mais do que o prefeito. “Meu salário prejudica a contratação de médicos para a cidade”, justificou. O salário do chefe do Executivo é, atualmente, de R$ 20.853,83. O Sindicato dos Funcionários Públicos de Diadema (Sindema) deve entregar a pauta salarial para a prefeitura até 10 de março.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*