Economia, Notícias

Metalúrgicos do ABC arrecadam 20 toneladas em doações no Drive-Thru Solidário

Metalúrgicos do ABC arrecadam 20 toneladas em doações no Drive-Thru Solidário
Produtos serão doados a pessoas e famílias vulneráveis, que tiveram sua situação econômica agravada pela pandemia. Foto: Adonis Guerra/SMABC

A arrecadação de alimentos e material de limpeza e higiene realizada por meio do drive-thru no Sindicato dos Metalúrgicos do ABC mobilizou trabalhadores e população em geral, que compareceram em peso ao evento realizado no estacionamento da sede da entidade, em São Bernardo. Ao todo, a ação arrecadou 20 toneladas em produtos, que serão doados a pessoas e famílias vulneráveis, que tiveram sua situação econômica agravada pela pandemia de covid-19.

Durante todo o sábado (17) voluntários se revezaram para receber e separar as doações que chegavam em carros, seguindo todos os protocolos de distanciamento e limpeza. Os participantes faziam suas entregas em segurança, sem precisar sair do veículo. Também vieram várias Kombis, lotadas de alimentos arrecadados nas fábricas.

No início da tarde, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) esteve no local para deixar sua contribuição em alimentos. Lula parabenizou a iniciativa do sindicato e lembrou que, em 2012, o Brasil já havia saído do Mapa da Fome. “A fome não é um fenômeno da natureza. Este país tem terra, tem capacidade de produção. A gente provou que era possível tomar café, almoçar e jantar todo dia. Não há explicação para o povo passar fome, a não ser a irresponsabilidade das pessoas que governam este país”, avaliou.

“No mesmo momento em que me sinto alegre por poder contribuir, eu me sinto triste por saber que um país do tamanho do Brasil, com a capacidade produtiva que tem, com o conhecimento tecnológico na agricultura que possui, não precisava passar necessidade”, prosseguiu.

A campanha #NaLutaContraAFome tem mobilizado os trabalhadores da base desde o início deste mês e continuará nas próximas semanas. Foram instalados pontos de arrecadação nas fábricas, que serão mantidos, e no próximo sábado (24) haverá mais um drive-thru solidário, desta vez na regional de Diadema.

A direção do sindicato agradeceu a todos que participaram do drive-thru ou da campanha, das mais diversas formas. Muitos deixaram suas doações nos pontos de arrecadação nas empresas. Outros fizeram “vaquinhas” online com os colegas de fábrica, e o valor será revertido também na compra de alimentos.

“Ficamos emocionados pela participação da categoria nessa luta contra a fome. Agradeço cada companheiro que doou e aos voluntários que ajudaram a tornar possível o evento. Tem muita gente precisando. É bom saber o quanto os trabalhadores se preocupam com aquele que está ao redor”, avaliou Wellington Damasceno, diretor administrativo do sindicato.

O diretor executivo Carlos Caramelo reforçou a importância das ações coletivas. “Não fazemos nada sozinhos. Essa campanha é prova disso. Tudo que fazemos de forma coletiva tem força gigantesca”, destacou.

O presidente do sindicato, Wagner Santana, ressaltou que ajudar, nesse momento, é “ser humano”. “A solidariedade sempre foi uma marca da nossa categoria. É muito bom saber que continua sendo assim. Ser solidário num momento de pandemia é exercer a humanidade.  Não entendemos isso como algo a comemorar, mas como parte do nosso papel. Combater a fome e auxiliar aqueles que mais precisam faz parte da vida de cada um de nós. Nossa categoria tem a percepção de que a vida dos outros é tão importante quando a sua”, destacou Wagnão.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*